De acordo com informações divulgadas pela própria Qualcomm, o ano de 2016 marcará o lançamento de pelo menos 30 dispositivos equipados com o Snapdragon 820, novo chipset da companhia que promete consertar todas as falhas presentes na edição 810 (que atualmente é utilizada na maioria dos smartphones e tablets top de linha disponíveis no mercado).

De acordo com Pan Jiutang, analista do Instituto de Pesquisa de Eletrônicos Shenzhen Huaqiang, é bastante provável que a companhia responsável por estrear o SoC no mercado chinês seja a Xiaomi, que está prestes a revelar seu novíssimo Mi 5. Pan foi o responsável por vazar diversas informações sobre o Snapdragon 820 no começo de agosto, usando como plataforma o seu próprio perfil na rede social Weibo.

Vale lembrar que, de acordo com os boatos, o Mi 5 deve contar ainda com uma tela de 5,3 polegadas (com resolução de 2560x1440 pixels) e 4 GB de memória RAM, além de uma câmera de 13 MP. Outra forte concorrente nessa corrida é a Smartisan, uma empresa chinesa pouco conhecida, mas que está chamando atenção da indústria por causa dos rumores a respeito de seu próximo high end, o T2.

Só para os tops de linha

Vale a pena lembrar que, durante o mês de agosto, alguns boatos se espalharam na internet afirmando que a Xiaomi pretendia dispensar os componentes da Qualcomm e apostar em um chipset próprio para os seus dispositivos de baixo e médio desempenho. Se tais informações forem verdadeiras, isso significa que a companhia deve usar um Snapdragon apenas para o Mi 5, empregando processadores inéditos para eventuais sucessores da linha Redmi.

Quem será a primeira empresa a colocar o Snapdragon 820 no mercado? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: