(Fonte da imagem: Reprodução/Techno Buffalo)

Que a Microsoft detém rios de dinheiro ninguém duvida. Que ela é um dos maiores símbolos do capitalismo, tampouco. E o próximo console da gigante vai demandar um investimento pesado. Como todos sabemos, o Xbox One adotará a computação por nuvem para renderizar gráficos e entregar outras funcionalidades em tempo real. A demanda por mais servidores é uma consequência natural disso e, com a estratégia precavida em mente, a empresa de Bill Gates vai investir a bagatela de 700 milhões de dólares em uma nova central de dados no estado de Iowa, nos Estados Unidos.

A região já conta com uma base de dados considerável. Com esse investimento, a Microsoft terá gasto um total que beira a marca de 1 bilhão de dólares em servidores de dados. O gerente-geral dos serviços de dados da companhia, Christian Belady, afirmou que a expansão “dá suporte à crescente demanda para serviços de nuvem da Microsoft”.

Com a mudança de políticas do Xbox One, o console está agora páreo com o PS4, e a renderização com o auxílio da nuvem seria um chamariz ao video game da Microsoft. O investimento, portanto, se justifica.

A empresa de Bill Gates já anunciou que colocará à disposição 300 mil servidores trabalhando a todo vapor para a Xbox LIVE do Xbox One. A Sony, por sua vez, responde ao uso da nuvem com o serviço Gaikai, que é capaz de realizar streaming de jogos do PS3, tendo no leque a retrocompatibilidade como um componente favorável ao PS4.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: