(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

Um recente vazamento de um kit de desenvolvimento do Windows Phone sugere que alguns novos recursos devem chegar em breve ao sisteme operacional, tornando-o mais próximo do iOS e do Android. Entre as novidades, um dos destaques fica por conta de uma assistente pessoal aos moldes da Siri, da Apple, chamada de Cortana – o nome da ajudante de Master Chief na série de jogos Halo, da Microsoft.

De acordo com o The Verge, fontes próximas da companhia revelaram ao site que Cortana substituirá a busca integrada ao Bing existente no sistema atualmente. Em vez disso, a nova assistente funcionará como uma mescla das funções Siri, da Apple, e o Google Now. Ainda segundo esses relatos, a Cortana do Windows Phone terá a forma de um ícone circular animado com a tonalidade escolhida pelo usuário nas configurações do Windows Phone.

Desse modo, a nova assistente deve ter uma personalidade da mesma maneira que a Siri, tendo o seu ícone alterado enquanto fala ou pensa em uma resposta, ao mesmo tempo em que se mexe simulando emoções de acordo com o teor da resposta. Além disso, as respostas da assistente também serão auxiliados por informações de serviços como Bing, Foursquare entre outros para oferecer respostas contextuais semelhantes às do Google Now.

Privacidade é importante

Um dos pontos centrais dos planos da Microsoft com a Cortana é a presença de um recurso chamado Notebook, com o qual os usuários terão a chance de controlar exatamente quais informações são compartilhadas com a assistente, como o local do usuário, comportamentos, informações pessoais, lembretes e contatos.

(Fonte da imagem: Divulgação/Microsoft)

De acordo com as fontes do The Verge, o Notebook foi feito de modo a garantir que a Cortana não tenha livre acesso de informações sem um nível de controle por parte do usuário. Desse modo, enquanto a assistente pode aprender algumas coisas sobre o dono do celular, ela só irá armazenas essas novidades após receber uma confirmação do usuário.

Possíveis usos                                   

Caso permitido, Cortana poderá chamar os donos dos aparelhos pelo Nome e responder a perguntas da mesma maneira que a Siri no iOS. Além disso, a assistente também pode reagir a trechos de emails como a frase “vamos nos encontrar amanhã às 8 da manhã”, questionando o usuário após a chegada do email se há a necessidade de estipular um lembrete ou uma marcação no calendário. Quem desejar desligar-se da vida conectada com segurança também pode habilitar um modo “não perturbe”. Durante esse período, é possível ensinar a assistente quais contatos podem quebrar o silêncio, ao mesmo tempo em que Cortana gerencia as notificações para serem lidas depois.

A nova assistente deve fazer parte dos recursos que chegarão juntamente com o Windows 8.1. Até lá, a Microsoft precisa garantir que o desempenho da funcionalidade possa acontecer sem problemas em conjunto com outros serviços do sistema operacional. Será que Cortana conseguirá vencer a batalha entre as assistentes pessoais virtuais?

Cupons de desconto TecMundo: