Desenvolvido especialmente para dispositivos pequenos e embutidos que podem ou não funcionar com uma tela, como o Raspberry Pi 2 ou o MinnowBoard Max, o Windows 10 IoT Core foi lançado publicamente semana passada, conforme vimos aqui. E para dar uma visibilidade maior para essa edição peculiar do novo sistema operacional, a empresa demonstrou seu funcionamento em um dispositivo robótico que joga hóquei de mesa, conforme é possível vermos no vídeo a seguir.

O Windows 10 IoT Core já foi usado pela Microsoft para desenvolver outros dispositivos, como um sistema de travamento de portas com reconhecimento facial, um kit para a programação de robôs e um aplicativo para controlar um ventilador. Para englobar o maior número de usuários, o sistema trabalha com linguagens de programação bastante populares, como C++, C#, Java, Visual Basic, Python e Node.js.

Para usar essa edição do Windows, você deve ter uma máquina executando a versão de 29 de julho de 2015 do Windows 10 (a Build 10240) e possuir o Visual Studio 2015. A ideia da Microsoft é universalizar os aplicativos do Windows, sendo que agora você consegue desenvolver um app para qualquer dispositivo da mesma forma que faria para a versão normal do sistema operacional instalado em um desktop ou em um dispositivo móvel, como um smartphone ou um tablet.

Você acha que o Windows 10 IoT Core vai ser um sucesso nesses dispositivos programáveis? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: