Imagem de Two Point Campus
Imagem de Two Point Campus

Two Point Campus

Nota do Voxel
85

Two Point Campus segue fórmula de antecessor, mas passa de ano com maestria

Com o grande sucesso de Two Point Hospital em 2018, era esperado que a desenvolvedora Two Point Studios começasse a trabalhar em um sucessor em breve, mas não podemos dizer que imaginávamos que ele seria focado no gerenciamento de universidades. Ainda assim, a temática por trás de Two Point Campus é bem interessante e se encaixa perfeitamente na fórmula desse gênero, algo que se revelou de forma mais concreta durante o nosso gameplay para essa análise.

O que podemos adiantar é que Two Point Campus captura muito bem a essência do que pode se tornar uma ótima franquia de gerenciamento com vários temas diferentes. Ainda assim, o game tem pontos em que pode melhorar, além de espaço para mudanças. Para saber nossas impressões de forma completa, basta conferir o review logo abaixo!

Um verdadeiro sucessor

Considerando que Two Point Campus pega bastante coisa emprestada de seu irmão mais velho, é claro que temos que mencionar algumas similaridades. O visual, as animações, o estilo das músicas, o humor e o gameplay são os grandes fatores em comum, dando essa certeza do game ser um verdadeiro sucessor de Two Point Hospital em vez de apenas um reaproveitamento da fórmula.

Isso pode ser algo positivo e negativo ao mesmo tempo, dependendo mais dos jogadores que se interessam pelo título. Quem gostou do game anterior definitivamente vai se interessar pelo novo, já que mesmo o que se repete é apresentado de forma ligeiramente inédita devido ao tema ser tão diferente. Já aqueles que não se animaram tanto ao gerenciar um hospital ou que não gostaram do humor bobinho, provavelmente não irão se surpreender com a vida na universidade.

Um pensamento interessante é a possibilidade da Two Point Studios fazer mais games neste estilo no futuro, mudando apenas a temática a cada novo título. Isso poderia produzir uma franquia bem divertida de vários jogos familiares aos seus fãs, o que seria ainda mais bem sucedido com leves mudanças e melhorias em alguns aspectos.

Aulas para alunos novatos e veteranos

Um fator que vale mencionar é o quanto Two Point Campus é acessível e pode ser aproveitado igualmente por aqueles que jogaram seu antecessor (ou outros games do tipo) ou por quem nunca nem encostou em um game de gerenciamento e simulação. Esse é um ponto muito bom por parte da desenvolvedora, que fez questão de explicar tudo o que você precisa fazer de forma bem descontraída, fácil de entender e apenas com elementos de gameplay.

Você começará sua jornada com uma universidade sem muitas expectativas, podendo cometer erros enquanto aprende a gerenciar o seu primeiro câmpus. Para facilitar a experiência, o game te apresentará diversos objetivos, então basta segui-los para ter uma noção melhor do que funciona na administração de cursos, funcionários, alunos e suas despesas. Conforme você for avançando nesse plano, ganhará estrelas e destravará outras universidades pelo mundo de Two Point Campus.

Você terá muitas universidades diferentes para gerenciar em Two Point CampusVocê terá muitas universidades diferentes para gerenciar em Two Point CampusFonte:  Two Point Studios/Reprodução 

Durante boa parte de suas horas iniciais nessas faculdades, recomendamos que você siga esses objetivos que o game providencia, já que construir muitos cômodos desnecessários e contratar muitos funcionários pode acabar com sua renda e com o futuro do seu câmpus bem rápido. O legal é que cada uma dessas universidades tem um tema diferente, começando por cursos de ciências, de culinária, robótica e até para alunos que desejam se tornar espiões ou arqueiros.

Depois que fizer um pouco de tudo em cada um dos 12 câmpus disponíveis, você terá aberto a maioria dos cômodos, itens e cursos necessários para ter bem mais liberdade em suas criações. Poderá comprar lotes adicionais e construir à vontade para montar sua universidade dos sonhos, algo que se concretiza de forma ainda melhor no modo Sandbox. Isso tudo dá uma vida extra ao game mesmo depois de várias horas na versão mais restrita e educativa de Two Point Campus.

Nota 10 na complexidade

O que me impressionou é como esse jogo é detalhado em suas mecânicas e gameplay. Além de criar as salas de aula voltadas para cada curso, também será necessário montar dormitórios para os alunos, banheiros, salas de recreação, biblioteca, salas para aulas particulares, clubes para assuntos específicos, centros de pesquisa, alas de treinamento de funcionários e muito mais. Fora isso, é preciso planejar eventos sociais e decorar os ambientes com itens que deixem esses cômodos atrativos, com mais prestígio, com uma temperatura agradável, que promovam a sociabilidade dos alunos ou que ofereçam comes e bebes para eles.

Todos esses fatores contam para a satisfação dos funcionários e dos alunos de seus cursos, sendo possível checar os níveis de alegria ou decepção com cada elemento ao clicar nos personagens ou ao checar uma tabela geral com dados de cada pessoa presente no câmpus. Desta forma, você precisa se preocupar com muitos mais aspectos do que a mera administração de dinheiro, algo que torna Two Point Campus mais viciante e difícil de largar.

Além de gerenciar suas despesas, será necessário se preocupar com a satisfação dos NPCsAlém de gerenciar suas despesas, será necessário se preocupar com a satisfação dos NPCsFonte:  Two Point Studio/Reprodução 

É claro que isso também pode trazer algumas frustrações, já que os menus nem sempre são intuitivos de usar, ainda mais quando você ainda está aprendendo sobre os diferentes elementos do game. Tantas abas e informações disponíveis logo de início podem causar uma certa confusão e encontrar uma explicação para algo específico que está dando errado com seu câmpus acaba sendo uma tarefa mais complicada do que o necessário. Felizmente, é algo que passa conforme você se acostuma com o sistema do jogo.

O humor está nos detalhes

Se tem algo que fica claro logo de cara é que Two Point Campus foca bastante no humor para deixar o gameplay mais divertido. Além das piadas dignas de um pai de família que são contadas no rádio universitária que toca a todo momento, você perceberá os toques humorísticos nos tutoriais, nos itens, em descrições de objetos, nos traços dos NPCs e até mesmo nas salas que montar no seu câmpus.

Isso pode ser um elemento meio divisivo, já que nem todo mundo aprecia essa comédia mais bobinha e inofensiva. Considerando todo o tom do game, eu acho que esse é o exato tipo de humor que combina com os games da Two Point Studio. Vale dizer que isso não é algo que vai te atrapalhar se preferir focar apenas nas mecânicas de gerenciamento.

O humor do game também é encontrado nos itens e até nos cursos em que seus alunos estudamO humor do game também é encontrado nos itens e até nos cursos em que seus alunos estudamFonte:  Two Point Studios/Reprodução 

Já um fator que pode incomodar é o modo de construção, que é algo que utilizamos com frequência para personalizar ou remodelar nossas universidades e que, infelizmente, nem sempre é muito preciso. Durante meu tempo com o jogo, era comum clicar em um objeto e outro ser selecionado, algo que se tornou bem irritante depois de algumas horas.

Nossa recomendação para não passar por isso é deixar a câmera com uma vista perfeitamente de cima para baixo quando for construir ou remodelar um cômodo, o que facilita bastante na hora de selecionar os objetos de forma correta. Se o ângulo estiver minimamente para os lados ou para baixo, você notará que é mais difícil de pegar o quer com precisão.

Vale a pena?

Considerando o nível de detalhes, a variedade com cada universidade no modo carreira e a liberdade enorme para construir o câmpus da forma que quiser no modo Sandbox, fica muito difícil de não recomendar Two Point Campus. É claro que ele tem seus pequenos problemas, mas nada do que citamos aqui não poderia ser resolvido com uma atualização por parte da desenvolvedora.

Talvez o maior empecilho para quem se interessar pelo game seja o seu preço, já que ele pode ser encontrado na pré-venda por R$ 200 no PC, no PS5, Xbox Series e Nintendo Switch. O valor original faz bastante sentido, já que ele custa US$ 39 nas lojas norte-americanas, então esse é mais um caso da conversão não ser muito favorável aos brasileiros. A boa notícia no meio disso tudo é que o game chega ao Xbox Game Pass no dia de seu lançamento, 9 de agosto.

Desta forma, caso seja assinante, você poderá experimentá-lo em primeira mão e ver se vale a pena comprá-lo posteriormente. O que precisamos frisar é com sua complexidade, quantidade e qualidade do conteúdo e o número de horas que você passará com o game sem ele se tornar repetitivo, podemos dizer que Two Point Campus passa de ano com maestria e torna a universidade em uma experiência bem mais divertida do que na vida real!

Two Point Campus foi gentilmente cedido pela SEGA para a realização desta análise

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.
Pontos Positivos
  • É bem detalhado e com mecânicas que deixam o gameplay mais complexo
  • O modo carreira foca em cursos diferentes que deixam cada câmpus interessante
  • O modo Sandbox é perfeito para jogadores que querem algo mais livre e criativo
  • Está devidamente localizado em nosso idioma
Pontos Negativos
  • Os menus não são muito intuitivos no início
  • O modo de construção não é muito preciso
  • Preço pode ser salgado para muitos dos interessados no game