Imagem de The Swapper
Imagem de The Swapper

The Swapper

Nota do Voxel
90

Copie-se e se reinvente

The Swapper é um jogo de plataforma baseado na resolução de quebra-cabeças criado pela desenvolvedora filandesa Facepalm Games. O seu projeto inicial foi desenvolvido pelos estudantes Otto Hantula e Olli Harjola durante o tempo livre que possuiam, até que os dois conseguiram financiar o desenvolvimento do título por meio do Indie Fund.

No game, o jogador assume o papel de um astronauta que tenta fugir da estação espacial Theseus. Para acessar novas áreas deste local abandonado, o protagonista conta com uma arma especial que o permite criar até quatro clones de si mesmo. Com a sua ajuda, é possível que ele resolva os desafios escondidos na nave, avance pelos seus cômodos e descubra os seus segredos.

Um dos grandes trunfos deste sistema, no entanto, é a possibilidade de transferir a sua consciência para algum de seus clones (permitindo, inclusive, abandonar o seu corpo original). Com isso, é possível acessar novas áreas e até mesmo “voar” – basta criar um clone no ar e rapidamente trocar de lugar com ele, repetindo o processo até chegar ao local desejado.

The Swapper é um jogo baseado em uma mecânica de jogo bastante interessante. Com base na possibilidade de se clonar e trocar de lugar com as suas cópias, o protagonista consegue acessar lugares improváveis e resolver complexos quebra-cabeças.

Enquanto a dificuldade dos últimos desafios chega a ser bastante alta, a progressão dos níveis se dá de maneira bastante natural e intuitiva. Deste modo, quando estes últimos quebra-cabeças são apresentados, mesmo longe de uma resposta, a sensação de que a solução é impossível não chega a ocorrer. Em compensação, quando a resposta finalmente vem à mente, a satisfação é sempre recompensadora.

Com cerca de seis horas de duração, The Swapper é um excelente título para os fãs do gênero, Com seu visual sombrio e granulado (com cenários produzidos a partir de modelos de argila e objetos do cotidiano) e cerca de seis horas de jogo, o game reforça o conjunto de títulos que mostram por que gostamos tanto dos desenvolvedores independentes e de sua criatividade.