Imagem de Street Fighter X Tekken
Imagem de Street Fighter X Tekken

Street Fighter X Tekken

Nota do Voxel
93

Bastam alguns toques para tirar o brilho de um ótimo jogo

Img_normal

Enquanto a Sony ainda tenta mostrar ao mundo que o PlayStation Vita não é uma causa perdida e promete títulos inéditos, algumas produtoras aproveitam o momento de poucos lançamentos para investir em adaptações de jogos de outros consoles. De todas elas, a Capcom é a quem mais apostou nessa estratégia.

Depois de lançar a versão portátil de Ultimate Marvel vs. Capcom 3  a produtora trouxe outro crossover para o console de bolso. Desta vez, no entanto, não temos o show de cores e efeitos que marcou o encontro de Ryu e Wolverine, mas a sobriedade e o ritmo diferenciado de Street Fighter X Tekken.

Como você conferiu em nossa análise no início do ano, o  crossover trouxe o melhor de ambos os universos, além de alguns elementos únicos. No entanto, será que a mesma experiência consegue se repetir no Vita sete meses depois?

Street Fighter X Tekken continua sendo um excelente game, independente de sua plataforma. Mesmo com algumas restrições visuais e até mesmo de comandos, colocar Ryu e Kazuya frente à frente continua sendo extremamente divertido e vale muito a pena, principalmente para os fãs das duas franquias.

Img_normal

Por outro lado, a adaptação para o portátil da Sony deixa a desejar em aspectos fundamentais, principalmente para os jogadores mais competitivos em que todo e qualquer segundo perdido é capaz de arruinar toda uma estratégia. Assim, o simples fato de termos alguns atalhos que são ativados de maneira errônea já compromete toda a experiência.

Como a proposta é colocar Vita e PS3 integrados em partidas online e até mesmo locais, é impossível não perceber que o portátil possui uma enorme desvantagem capaz de fazer com que o divertido jogo se transforme em algo frustrante com um único toque.