Imagem de Ryse: Son of Rome
Imagem de Ryse: Son of Rome

Ryse: Son of Rome

Nota do Voxel
75

Vingança, violência e repetições no auge do Império Romano [vídeo]

Videoanálise

Com o início da nova geração de consoles, a Microsoft garantiu para seus fãs alguns títulos exclusivos para mostrar o poder do Xbox One. Ryse: Son of Rome é um desses títulos e que coloca o jogador no controle de um soldado romano em uma trama violenta sobre vingança.

Será que a Microsoft Studios e a Crytek conseguiram criar um sucesso logo no começo de vida do Xbox One ou Ryse é apenas um jogo que parece impressionante e se mostra "meia boca"?

Apesar de alguns problemas, Ryse: Son of Rome ainda é um jogo que consegue proporcionar momentos divertidos. Para um título de início de geração de um console, ele consegue ser competente ao exibir algumas vantagens do video game, porém, quando comparado a outros jogos, ele se mostra mediano.

Ele tem bons gráficos e uma trama interessante, mas o fato de ser repetitivo e pouco desafiador acaba por tornar o título um game "bonitinho, mas ordinário".

Porém, Ryse: Son of Rome demonstra que, mesmo não sendo um título impressionante, ainda consegue mostrar o potencial de um novo console. Por causa disso, fica a esperança de que o futuro dos games pode ser melhor do que esperamos.