Imagem de Need For Speed: Hot Pursuit
Imagem de Need For Speed: Hot Pursuit

Need For Speed: Hot Pursuit

Nota do Voxel
88

Uma quente combinação de Burnout com Need for Speed

A franquia Need for Speed já passou por muitas transformações. Depois de um início tortuoso pelos desertos e cidades, ela logo passou a envolver perseguições policiais quentíssimas, que acabaram se tornando a marca registrada da série.

A chegada da sexta geração de consoles marcou o início da fase Underground — com rachas ilegais, muitas personalizações veiculares e transformações pesadas —, extremamente bem-sucedida, mas que infelizmente acabou se tornando um estigma, dada a insistência na repetição da fórmula.

Depois de praticamente uma dezena de versões e atualizações, a Electronic Arts finalmente decidiu dar ouvido aos fãs, que vinham clamando por um retorno às raízes, às corridas paradisíacas e às longas distâncias — carregadas de fugas, armadilhas e atalhos. Sim, Hot Pursuit está de volta, e em grande estilo!

Os fãs pediram... A Criterion Games atendeu. A versão refeita de Hot Pursuit consegue conciliar o estilo clássico da série a sistemas modernos de jogabilidade, vistos durante as maiores disputas entre policiais e pilotos em fuga.

Apesar de algumas inconsistências, a jogabilidade consegue agradar à maioria, permitindo que os jogadores atinjam altíssimas velocidades e as mantenham nas curvas. Em termos de áudio, não há do que reclamar, uma vez que a trilha sonora é completamente personalizável e o ronco dos motores faz os alto-falantes tremerem.

O grande destaque do pacote acaba sendo a porção online, dotada de desempenho sólido e de muita variedade, permitindo que os jogadores testem verdadeiramente as suas habilidades. A integração com o sistema de experiência da campanha e com o Autolog faz de Need for Speed uma das melhores experiências online da geração.

Não interessa se você é fã ou se está descobrindo o nome Need for Speed agora. Hot Pursuit merece ser jogado por todos.