Imagem de Lara Croft and the Guardian of Light
Imagem de Lara Croft and the Guardian of Light

Lara Croft and the Guardian of Light

Nota do Voxel
90

Lara encontra o artefato mais precioso: seu sucesso

Img_originalÉ bem notório que Lara Croft já esteve mais popular do que nos dias de hoje. Não é culpa da personagem em si, na verdade, já que seus jogos realmente não estão empolgando mais tanto quanto o faziam no passado. Lara evoluiu, mudou, se adaptou aos novos tempos... Chegou até mesmo às telas do cinema, em adaptações razoáveis. Mas ainda assim seu apelo declinou ao longo dos anos.

Mas Lara Croft and the Guardian of Light não é um jogo típico da protagonista. Para começar, a marca Tomb Raider foi deixada de lado (intencionalmente), já que não reflete o estilo de jogo retratado no game. Além disso, a heroína abandona a solidão e se une ao guerreiro maia Totec, em muita ação cooperativa, para completar os desafios expostos ao longo dos cenários.

Fãs de longa data da britânica podem estar céticos com relação à validade de uma transformação tão radical da fórmula que já se provou bem sucedida por tanto tempo. Mas não há razão para preocupação: o título é excelente e, por mais que não proporcione o mesmo tipo de experiência que os games da série Tomb Raider, diverte bastante.

É preciso lembrar que é um jogo disponibilizado apenas por meios digitais, e foi construído com isso em mente. Tal modelo se reflete no preço e no escopo das aventuras de Lara, já que não se trata de uma aventura épica ou mesmo de algo absurdamente grandioso. O objetivo principal é aproveitar a temática que circunda a protagonista e inserir a personagem em um título que vai direto ao ponto.

Img_originalVale muito a pena conferir esta mais recente aventura de Lara Croft. O título é empolgante, envolvente, dinâmico e muito divertido. Não se trata de algo para continuar a saga de Tomb Raider, então é preciso olhar para Lara Croft and the Guardian of Light com outros olhos — olhos que percebam a qualidade do estilo arcade conferido ao game e apreciem a mudança de foco.

A ação é bastante presente e muito mais frenética do que fãs da série podem estar acostumados, mas se presta perfeitamente bem à proposta da desenvolvedora — ainda mais se considerarmos que os controles foram perfeitamente moldados para acomodar este tipo de jogabilidade.

O game é compra certa para quem quer dar uma olhada na melhor aventura de Lara Croft dos últimos anos, ainda mais pelo bom custo-benefício. Se a aventureira ainda não conseguiu reencontrar seu rumo em títulos épicos, ao menos nas redes de distribuição digital seu bom nome está garantido.