Imagem de Demon's Souls Remake
Imagem de Demon's Souls Remake

Demon's Souls Remake

Nota do Voxel
93

Demon's Souls Remake: sofrendo com estilo

Não tem como negar que Demon’s Souls é um marco na história dos video games. Ele é um RPG da FromSoftware exclusivo para o PlayStation 3 que foi lançado em 2009. Nesse mundo criado por Hidetaka Miyazaki, você é transportado para o coração de Boletaria, um reino de guerreiros que foi destruído após o aparecimento de uma névoa que trouxe consigo bestas e demônios que se alimentam das almas dos mortais. 

Demon's Souls

Agora, onze anos depois do lançamento do game original, a Bluepoint traz esse clássico, um dos responsáveis pela criação do gênero Soul’s Like, de volta em um remake que vai fazer os fãs rolarem de alegria, mas nem tanto assim, pois a gente nunca tem stamina suficiente. Confiram aqui a nossa análise completa de Demon’s Souls Remake.

Um pouco de história 

Demon’s Souls tem uma história que é mais clara do que seus sucessores espirituais, como Dark Souls e BloodBorne, muitos fatos são explicados em forma de lore dos itens e em conversas com NPCs, mas a base principal do game é facilmente compreensível. 

Neste universo gótico, o Rei Allant, em busca de poder e de prosperidade, canalizou o poder das almas. Ele trouxe uma era de ouro sem precedentes para o seu reino (Boletaria). Mas um certo dia, um nevoeiro preto espesso começou a cobrir as terras em volta de Boletaria, impedindo que o local se comunicasse com o resto do mundo, todos aqueles que tentaram adentrar o nevoeiro para sair do reino exilado, nunca mais retornaram. 

Demon's Souls

Entretanto, um herói conhecido como Vallarfax conseguiu atravessar o nevoeiro e contar ao mundo sobre o suplício que Boletaria estava passando. O que aconteceu foi que quando o Rei Allant começou a canalizar almas, ele acabou despertando O Antigo, uma grande besta que residia abaixo do Nexus. 

Ao acordar, esse monstro liberou essa névoa escura que varreu Boletaria, libertando demônios que se alimentam das almas dos vivos. Aqueles que perderam as suas almas perdem também a sua sanidade e se tornam violentos espalhando ainda mais o caos. 

Para piorar as coisas, os Demônios que tomavam almas humanas cresciam, ficando mais fortes e poderosos. Sendo assim, obter a alma desses demônios era ainda mais tentador. A lenda diz que vários guerreiros entraram na terra amaldiçoada para adquirir essas almas de demônios, mas nenhum deles retornou. 

Demon's Souls

Enquanto o tempo passa, a névoa continua se espalhando e cobrindo terras próximas e longínquas, até que um dia, o mundo inteiro será tomado. A humanidade está de frente para uma extinção lenta, porém contínua.

Agora é com você 

Mas, ainda existe uma última esperança, um guerreiro solitário que vem desbravando a névoa para chegar até o coração de Boletaria e fazer O Ancião adormecer novamente. Adivinha quem é esse guerreiro? Sim, é nesse contexto que o jogador vai viver as aventuras nesse mundo extremamente perigoso e provavelmente vai se irritar ao ver centenas de vezes os dizeres: “Você morreu” na tela.

demons

Tudo começa no modo de criação do personagem. Aqui você terá todo um leque de opções para fazer o seu guerreiro. Dá para ficar um tempo enorme aqui, são centenas de tipos de cabelos, cicatrizes, marcas, narizes, enfim, tudo o que você precisa para criar o personagem que quiser.

Ao iniciar, aqueles que jogaram o game original não vão estranhar muito já que tudo está bem parecido, só que muito mais bonito. Todos os chefes icônicos da versão original estão aqui, o Rei Allant, Astraea e Vinland, O Juiz, Aranha Blindada e vários outros. 

Se essa é sua primeira experiência ou uma das primeiras com Demon’s Souls, a sugestão é que você utilize um personagem baseado em magia só para entender as nuances da coisa. Em um souls like, morrer por ser extremamente punitivo, por isso estar preparado para enfrentar seus inimigos de uma distância segura pode ser uma boa ou até mesmo por contar com algumas magias de cura. Eu comecei e terminei o game duas vezes com dois personagens de estilos completamente diferentes, e posso dizer que minha gameplay com o mago foi de longe a mais fácil.

Mesmo assim, você vai dar de cara com a tela “Você morreu” várias vezes, principalmente em alguns momentos em que a câmera vai complicar a sua vida. Sim, mais cedo ou mais tarde vai acontecer, maldita câmera.

Morrer e perder todas as suas alminhas tão dificeis de coletar pode ser frustrante, mas quando você derrota aquele maldito chefe ou monstro que você estava penando tanto para passar é extremamente gratificante e aquela sensação de dever cumprido te domina. E você acaba comemorando com palavrões e a galera na sua casa pode te achar meio maluco.

Como se não bastasse os monstros, a partir de certo momento no jogo, você pode ter seu game invadido por outro jogador que vai querer te matar e levar suas belas e preciosas almas. Além disso, tem vezes que as mensagens que aparecem no chão, também deixadas por outros jogadores, podem ser armadilhas. Basicamente, tudo nesse jogo quer te matar.

Mas, para não dizer que tudo é desgraça, também tem aqueles jogadores que estão a fim de ajudar e acabam te dando uma bela ajuda nos chefes mais chatinhos, no caso aqui, o amigo me ajudou a vencer o cavaleiro da torre bem fácil.

demons

O verdadeiro início 

Começamos o game com um personagem fraco e despreparado, isso causa uma sensação estranha de que QUALQUER coisa pode te matar e, vai por mim, essa sensação não desaparece no decorrer do game. Literalmente, um passo em falso pode te matar em Demon’s Souls, o que não vai fazer você perder apenas suas almas, mas também seu corpo.

Ao ser morto, você perde o direito de ter um corpo físico e passa a ser apenas uma alma vagante por esse vasto mundo sinistro. Mas qual é o problema disso? Afinal, mesmo sendo uma alma, você continuará sempre voltando para a última Arquipedra que você ativou, correto? Sim, mas não ter um corpo físico tem um custo: 50% da sua barra de vida total, ou 25%, se você estiver com o anel da ligação equipado. 

Recuperar seu corpo não é tão simples quanto recuperar as almas que você perdeu. Para fazer isso, você deve vencer o chefe daquela região ou usar um item chamado “Pedra dos Olhos Efêmeros”, mas cuidado, este é bem raro e limitado.

O jogo só começa de verdade após você vencer o primeiro chefe: o Falange. Só após derrotá-lo, você conhecerá a Dama de Preto e o Monumental, que vai te contar toda a história do que você deve fazer para derrotar O Ancião. 

demons

É a Dama de preto quem utiliza suas habilidades que faz com que o herói possa absorver as almas adquiridas e distribuí-las em poder. Existe uma certa quantidade de almas que você deve absorver para passar de nível, a cada nível você ganha um ponto para distribuir entre os oito atributos disponíveis.

Cada personagem que o jogador quiser construir vai depender muito desses atributos. Um especialista em armas pesadas, como Machados e Clavas, vai ser muito melhor se tiver focado a distribuição de pontos nos atributos força e resistência para poder dar vários golpes, levando em consideração que armas desse porte requerem muito vigor para desferir um golpe. 

  • Vitalidade: influencia no seu máximo de pontos de vida e na sua carga máxima de itens.
  • Inteligência: aumenta o máximo de pontos de mana e memórias de magia — as quais são o máximo de magias que você pode aprender por vez.
  • Resistência: aumenta vigor, carga de equipamento e algumas resistências contra status especiais.
  • Força: aumenta o poder de ataque geral para cada mão.
  • Destreza: que aumenta a defesa física e reduz o dano de quedas.
  • Magia: aumenta o poder mágico.
  • Fé: aumenta o poder de milagre (magias de cura e defesa), memórias de milagres e defesa contra magia.
  • Sorte: aumenta as chances de drops raros.

Já um personagem voltado para adagas e golpes velozes terá que focar no atributo destreza, enquanto um mago deve dividir seus pontos principalmente em Magia e Inteligência.

Ao derrotar um chefe, você vai ganhar uma alma especial dele, você pode escolher utilizar esse presente para ganhar um número enorme de almas e garantir mais pontos de atributo ou guardar esses itens para fazer uma arma especial. A escolha é sua e depende muito do que você quer para sua jogatina.

demons

Não existe um único caminho

Demon’s Souls não tem um script para seguir. Após derrotar Falange, falar com o Monumental e restabelecer a ligação com as arquipedras, você pode escolher qualquer uma delas, entrar naquela região e derrotar os demônios.

É claro que existem regiões mais difíceis do que outras ou aquelas em que você precisa ter um certo item para explorar completamente e também necessite encontrar itens secretos, mas de maneira geral não importa se você começa pela arquipedra do Vale da Perdição ou pela do Túnel de Stonefang.

O que importa é que em algum momento você vai achar que precisa estar mais forte para avançar com mais facilidade e vai ficar alternando entre os cenários, até acumular poder suficiente para dar um caldo contra todos os inimigos. 

Os dois lados do mundo 

Suas escolhas durante a jogatina não ficam apenas entre usar uma alma de um chefe ou não usar, suas ações também vão pesar bastante contra ou a favor de seu personagem. Sim, Demon’s Souls também conta com um tipo de sistema de moral, vamos colocar dessa forma, aqui ele é chamado de Tendência.

Você pode verificar a tendência, tanto sua quanto da região onde você está, apertando o botão “options” e indo até a quarta aba: Tendências. A Arquipedra de cada região está lá para representar sua respectiva Tendência. Para ambas as representações, o símbolo que parece um olho de gato, vai brilhar gradualmente com uma luz cada vez mais forte caso sua tendência seja boa ou mudar para uma escuridão sem qualquer luz para representar uma tendência ruim.

demons

Nos mundos com Tendência escura, os inimigos dão muito mais problemas que o normal, mas também dão mais almas e melhores drops se derrotados. Já em mundos de tendência brilhante, o oposto é verdadeiro: os inimigos não são tão difíceis, mas as recompensas por derrotá-los não são lá grandes coisas. 

Existem várias ações que podem fazer a tendência brilhar ou escurecer, mas de maneira básica é o seguinte: quando você derrota um chefe dentro de um mundo, isso mudará a tendência para o branco. Agora, se você perder seu corpo dentro de uma região (ou seja, morrer sem estar na forma de alma), a tendência vai se voltar mais para o preto. 

Tem como voltar atrás? Sim, caso você deixe uma tendência muito obscura, um demônio especial vai aparecer naquele local e derrotando-o a tendência vai clarear. Além disso, toda região tem NPCs normais como mercadores, e outros especiais, como aqueles que te ajudam em alguns momentos. Eles têm um impacto direto nesse status, matá-los pode deixar a tendência daquele local obscura bem rápido.

Finalmente cheguei ao fim

Depois de passar por muito, acredite, muito perrengue mesmo, após derrotar todos os chefes das arquipedras, você terá seu caminho liberado para tentar livrar o reino de Boletaria do Ancião. Mas não se desespere se você quiser mais, pois depois de derrotar o monstro você vai liberar o New Game +. Você vai ver a mesma animação que você viu quando iniciou o game e vai começar tudo de novo, mas com todos os seus itens, almas e magias. 

Demons

Eu fechei o jogo em 27 horas 29 minutos e 37 segundos com nível de alma 83, se você quiser pode ficar farmando ainda mais para chegar ao New Game Plus ainda mais poderoso, o que pode ser uma boa, pois agora os inimigos estarão bem mais poderosos.

Vale a pena? 

Demon’s Souls é um game que era nichado na época do lançamento do original em 2009, depois de mais de 11 anos, outros games nessa mesma pegada surgiram, como Dark Souls, Bloodborne e Sekiro, e ajudaram a popularizar esse gênero. Agora, com a chegada dos novos consoles e sendo um dos poucos games realmente feitos para a atual geração, ele vai se popularizar ainda mais e mostrar para mais gente que é um dos melhores jogos deste ano.

Tudo o que foi feito no jogo original foi aprimorado nesse Remake, não mexeram em nada que fosse ameaçar o status que Demon’s Souls já tinha, só melhoram. O game está com uma performance incrível e, mesmo sem contar com o recurso de Ray Tracing, está extremamente lindo.

demons

Eles tiveram tanto medo de mexer na essência do original que mantiveram o maior problema que ele tinha: a câmera. Vez ou outra, você vai acabar morrendo por causa dela, seja encurralado por inimigos em uma parede sem poder mudar de ângulo e saber o que está acontecendo ou caindo em um buraco porque a mira automática resolveu puxar a câmera do nada. 

Também tive alguns probleminhas com o jogo fechando, mas aí já não posso dizer se foi algum problema no jogo ou no sistema do PS5, mas que fique registrado aqui, e não foi só uma vez. Além de outros bugs mais bobinhos, como este abaixo da centopeia, em que ela ficou presa e rodando alucinadamente.

Demons

Além disso, particularmente, eu achei os monstros e mapas de Demon’s Souls mais complicados do que os próprios chefes, perdi a conta de quantas vezes morri para aqueles esqueletos da Ponta da Ilha ou para o Ceifador, que, apesar de parecer um chefe, é apenas um inimigo comum. No entanto, quando enfrentei alguns chefes, como o Juiz ou o Labareda, por exemplo, eu achei bem fácil o que me decepcionou um pouco, já que Demon’s é considerado como um dos games mais difíceis da série souls. 

Demon's Souls Remake foi gentilmente cedido pela PlayStation para a realização desta análise

NOTA 93

"Demon’s Souls é aquele sofrimento que você simplesmente não consegue parar de ter"

Pontos Positivos
  • Um remaster perfeito que só melhora o game original
  • Performance incrível com 60 FPS e sem quedas abruptas
  • Punitivo, mas extremamente divertido e recompensador
Pontos Negativos
  • A câmera é um pouco bugada
  • Problemas de o jogo fechar do nada