Imagem de F1 Race Stars
Imagem de F1 Race Stars

F1 Race Stars

O circo da Fórmula 1 ficou mais divertido [vídeo]

Img_normal
A Codemasters dispensa apresentações quando o assunto são os jogos de velocidade. Sempre focada nos simuladores, a criadora de títulos como DiRT, GRID e, claro, F1, tenta agora uma abordagem um pouco diferente. Saem as leis da física e os carros possantes, entram cores, diversão, power-ups e versões cabeçudas dos atletas da principal modalidade do automobilismo.

F1 Race Stars chega com a tarefa de agradar a públicos bem distintos. De um lado, a desenvolvedora quer encantar as crianças, que ainda são novas demais para se preocupar com a simulação nos video games. De outro, precisa criar uma experiência divertida para os fãs da Fórmula 1 que já conhecem uma de suas principais séries.

Na tentativa de cumprir essa tarefa, a Codemasters criou algo nunca visto antes em um game da categoria. Ultrapassando enormes barreiras de licenciamento, a empresa produziu um título com ares de Mario Kart, em que a habilidade no volante vale menos e o que realmente importa é o bom uso dos itens e a sorte para não ser atingido pelos oponentes.

Se você é fanático por Fórmula 1, com certeza vai gostar de controlar os pilotos reais e dar umas voltas descompromissadas pelas pistas de F1 Race Stars. Fora desse nicho, porém, o título perde boa parte de sua força, constituindo-se apenas como um game de corrida divertido, mas pouco variado e atrativo.

Img_normal
A experiência, de forma geral, é repetitiva e não prenderá o jogador ao controle por muito tempo. Os clichês e representações bobas deixam as pistas pouco interessantes e os itens não chamam a atenção. Ainda assim, F1 Race Stars é uma amostra de que a Codemasters sabe trabalhar fora dos simuladores. Resta a nós esperar que ela faça como em seus grandes jogos: aprenda com as próprias falhas e entregue sequências sempre melhores que as versões anteriores.