Imagem de Aliens: Colonial Marines
Imagem de Aliens: Colonial Marines

Aliens: Colonial Marines

Talvez tivesse sido melhor não investigar nada

Aliens: Colonial Marines se passa dezessete semanas após os eventos do filme Aliens, dirigido por James Cameron e lançado originalmente em 1986. No caso, um esquadrão de space marines vai até à espaçonave Sulaco para investigar o que aconteceu nas colônias do planeta LV-426.

Como os fãs dos filmes podem imaginar, o ambiente está tomado pelos Xenomorfos (os famosos alienígenas que nascem ao explodir a barriga de seus hospedeiros). Assim, enquanto tenta entender o que aconteceu com a espaçonave, você deve lutar para sobreviver em meio a ameaça alienígena e arranjar uma forma de escapar.

Ao mesmo tempo, os fãs mais fanáticos ficarão empolgados em saber que o game é tratado como uma sequência oficial ao filme de 1986 tanto pela Gearbox como pela própria 20th Century Fox. Será que a série foi tratada com respeito?

Aliens: Colonial Marines demorou seis anos para ser feito e, no final, a grande pergunta que fica é: como um jogo tão fraco pode ter levado tanto tempo para ser feito? Apesar de apresentar alguns méritos (que, em sua maioria, só serão aproveitados pelos fascinados pela série), o game falha bastante na tentativa de criar uma experiência interessante.

No caso dos fãs inveterados da série, um aluguel é suficiente para aproveitar todas as cerca de seis horas da campanha principal (que pode se tornar mais divertida na companhia de um amigo, tanto online quanto localmente) e brincar um pouco com o multiplayer antes de ele se tornar enjoativo. Caso você não se enquadre nessa situação, o melhor a fazer é passar longe.