Torne-se um caçador de zumbis profissional em Resident Evil 6!

5 min de leitura
Imagem de: Torne-se um caçador de zumbis profissional em Resident Evil 6!
Avatar do autor

A grande diferença de Resident Evil 6 em relação a todos os seus antecessores são os novos sistemas de controle e câmera. Em seu mais ambicioso game, a Capcom trouxe uma jogabilidade mais próxima dos jogos de tiro em terceira pessoa, mas com uma série de incrementos e habilidades que não são tão comuns.

A criação de um esquema de controles mais rico, porém, não acompanhou um tutorial que explorasse todas as suas possibilidades. Pior do que isso, algumas habilidades que são essenciais para a sobrevivência ficaram de fora dos ensinamentos de Resident Evil 6, tendo que ser descobertas “na raça” por quem estiver jogando.

Deixando de lado a polêmica sobre a diferenciação entre o novo e o velho estilo da franquia, o TecMundo Games apresenta um pequeno guia para quem quiser maximizar o desempenho em Resident Evil 6. Suas habilidades são a melhor arma contra a ameaça do bioterrorismo. Boa sorte!

Dando ordens aos soldados

Img_normal
Não é novidade para ninguém que Resident Evil 6 é uma experiência puramente cooperativa. Apesar de não apresentar mais tantos enigmas em dupla ou momentos de separação dos parceiros como seu antecessor, o game ainda foi criado especificamente para ser jogado em dois. Online é sempre melhor. Mas a IA do parceiro aparece com melhoras significativas caso você deseje jogar desconectado.

E uma das grandes novidades nesse sentido é a possibilidade de marcar alvos para o segundo personagem. Aos moldes de jogos como Binary Domain, por exemplo, é possível indicar inimigos específicos para serem atacados por seu parceiro. Basta mirar o oponente e pressionar o botão B ou Círculo, dependendo do console, para que seu colega concentre fogo exclusivamente ali. Os estrategistas agradecem!

Caindo pra mão

Img_normal
O novo game também apresenta a maior variedade de golpes físicos da franquia. Leon, Chris e companhia podem atacar os inimigos com os próprios punhos de diversas maneiras dependendo do contexto. Atacar monstros por trás ou durante um dash, por exemplo, gera um ataque devastador. Mas o melhor mesmo é tontear os monstros antes de acertá-los.

Isso também pode ser feito de diversas formas. Usar os Quick Shots (L1 + R1 no PS3, os dois gatilhos traseiros no Xbox 360) é uma maneira simples, mas que consome boa parte da barra de Stamina. Atacar normalmente também é custoso e abre a guarda do personagem aos golpes de oponentes mais rápidos.

O melhor mesmo ainda é adotar a mesma estratégia de Resident Evil 4 e 5: atirar na cabeça. Bastam poucos disparos para que os J’avos e zumbis fiquem desarmados, permitindo a aplicação rápida e certeira de um chute ou murro bem dados. E você ainda pode ser brindado com sensacionais animações nas quais as armas do oponente são usadas contra ele.

Não podemos nos esquecer dos Counters, que também garantem vantagens. Sua utilização, porém, exige treino e destreza por parte do jogador. Caso esteja na mira de um inimigo que está começando um golpe, um breve pressionamento do botão de ataque fará com que o personagem realize um contra-ataque, que normalmente resulta na morte do oponente. Há até mesmo uma conquista para premiar quem ficar proficiente nessa tática!

Só um momentinho...

Img_normal
Se você abusar dos ataques físicos, com certeza se verá controlando um personagem cansado ao ponto de nem mesmo conseguir levantar a perna. Para fazer com que os jogadores atuassem de maneira estratégica e não transformassem Resident Evil 6 em um Beat’em Up, a Capcom incluiu a já citada barra de Stamina, que regula o “fôlego” do protagonista.

Estar em meio a uma grande batalha com um personagem exausto, porém, não é uma boa. Caso você tenha perdido a mão nos golpes, procure rapidamente um lugar para se esconder e use o sistema de cover, ativado com o botão de mira juntamente com X (no PS3) ou A (no Xbox 360).

Encostado em uma parede, o fôlego do seu agente será recuperado em questão de segundos e você estará pronto para voltar ao combate. Caso não encontre nenhum local para se esconder, simplesmente se jogue no chão, usando a mesma combinação de botões, e fique deitado por algum tempo. O efeito é exatamente o mesmo e você ainda será capaz de se defender caso algum inimigo queira tentar a sorte com você.

O alquimista

Fonte da imagem: Face Punch
Ao contrário do que o game faz parecer, utilizar a função de recarregamento rápido dos comprimidos de energia sempre fará o melhor gerenciamento possível de suas ervas. Ou seja, caso você possua uma verde e uma vermelha em seu inventário, elas serão combinadas automaticamente e transformadas nas pílulas salvadoras, sem que você precise lidar com os menus.

Para fazer isso, basta pressionar R2 + Quadrado (RT + X no Xbox 360). Mas cuidado, pois muitas vezes, ao apertar o botão superior, o personagem acabará usando uma erva desnecessariamente.

Organize-se!

Img_normal
A ausência de um inventário de armas prático e acessível foi, inclusive, uma de nossas críticas ao game. Apesar de não ser mais possível configurar atalhos para alguns dos equipamentos, é possível organizá-los em uma ordem da preferência do jogador, facilitando o acesso nos momentos mais tensos.

Para fazer isso, acesse o inventário e pressione R1/RB. Selecione a arma desejada e pressione Quadrado (no PS3) ou X (no Xbox 360) para movê-la pelo menu. Assim que escolher a nova posição, aperte X (no PS3) ou A (no Xbox 360) para confirmar o novo posicionamento.

Máxima eficácia

As QTEs permeiam praticamente toda a experiência de Resident Evil 6. Elas estão presentes nos combates contra os chefes de fase e definem o comportamento do personagem sempre que ele é agarrado por um inimigo. Um segredo, porém, pode fazer com que você vença com mais facilidade aquelas que exigem o movimento das alavancas.

Apesar de apenas um direcional aparecer na tela, é possível preencher a barra de QTEs na metade do tempo com a utilização dos dois analógicos simultaneamente. Não chacoalhe as alavancas, e sim gire-as para garantir sucesso nesses momentos.

Subindo!


Um trecho que pode ter deixado muitos jogadores com os cabelos em pé, e até mesmo impedido o progresso de alguns, acontece ao final da campanha de Leon. Em determinado momento, ele e Helena estão agarrados ao cabo de um elevador e devem subir até o topo. A ação é controlada por uma QTE que envolve pressionamentos sucessivos dos botões superiores do controle.

A sequência deve ser encarada exatamente como o que ela é.  Cada gatilho controla uma das mãos dos personagens e, em uma situação real, você cairia se soltasse as duas mãos ao mesmo tempo. Então, por que faria isso no jogo? Mantenha sempre um dos botões pressionados e faça movimentos sequenciais para vencer essa QTE sem problema algum.

Fontes: NeoGAF, Guia Oficial de Resident Evil 6 - Brady Games