Os jogos mais impressionantes para o segundo semestre de 2013 [vídeo]

15 min de leitura
Imagem de: Os jogos mais impressionantes para o segundo semestre de 2013 [vídeo]
Avatar do autor

Desde os anúncios do PlayStation 4 e Xbox One, uma única pergunta tem sido feita constantemente nos comentários dos gameplays ou notícias aqui do BJ: devo esperar ou ainda vale a pena comprar um console da atual geração? A ideia geral é que, com a nova era de plataformas, os video games correntes acabem caindo rapidamente no esquecimento.

Não é o caso. Sony e Microsoft já assumiram publicamente o compromisso de continuar o suporte ao PlayStation 3 e Xbox 360 por pelo menos mais alguns anos. E se apenas a palavra das duas fabricantes não for suficiente para você, basta dar uma rápida examinada na lista de títulos com previsão de lançamento nos próximos seis meses para perceber que os consoles atuais ainda têm muito o que dar.

Para facilitar sua vida, o BJ preparou um guia de referência rápida para você que quer tirar à prova o quanto os bons e velhos PS3 e Xbox 360 – e o ainda novato Wii U – ainda podem gerar de diversão. Além disso, preparamos a chegada das novas plataformas com as novidades da próxima geração que chegam ainda neste ano às lojas. Antes de começar, a dica é: prepare o bolso, pois tem muita coisa boa vindo por aí.

Multiplataformas


Não poderíamos deixar de começar nossa lista com este que é o principal lançamento para 2013. GTA, uma das maiores franquias do mundo dos games, chega à sua quinta edição numerada prometendo “zerar” a sétima geração de consoles, ensinando o que é um jogo de mundo aberto de verdade.

Com uma história dividida em três, um retorno à clássica e saudosa San Andreas e fazendo total e pleno uso da capacidade do PlayStation 3 e Xbox 360, Grand Theft Auto V chega para, mais uma vez, abalar as estruturas. Até mesmo calendários cinematográficos nos Estados Unidos estão sendo modificados para não coincidirem com o lançamento de um game que, com certeza, vai deixar muita gente ligada na frente dos consoles por muitas e muitas horas.

Quando se fala em Fox Engine, no que você pensa? Em jogos de ação e coisas como Metal Gear Solid, certo? A Konami quer provar que esta ideia não está correta com Pro Evolution Soccer 2014, um dos primeiros títulos a usar o motor gráfico e um desafio à parte, por contar com esse tipo de tecnologia para dar nova cara a uma das franquias esportivas mais consagradas do mundo.

A mudança de engine acompanha uma nova forma de jogar futebol, com aspectos físicos mais apurados, jogadas de contato muito mais realistas e uma ampliação na sensação de estar no meio das maiores disputas do esporte, com uma torcida que reage a cada lance. Não deixe a capa horrorosa lhe enganar, Pro Evolution Soccer está pronto para brigar.

O outro lado da moeda dos jogos futebolísticos chega quatro dias após seu principal concorrente. Com FIFA 14, como sempre faz, a Electronic Arts quer entregar mais do que uma expansão do antecessor. Isso acontece por meio de novidades no modo Carreer, que traz nova navegação e sistemas de procura de talentos, além de um novíssimo Ultimate Team.

Aqui, porém, os consoles da próxima geração saem um pouco privilegiados. Os lançamentos de FIFA 14 para PlayStation 4 e Xbox One fazem uso da Ignite, a novíssima engine para jogos esportivos da Electronic Arts que traz aspectos físicos realistas como nunca e modificam completamente o certame virtual do game.

Como se já não bastassem todas as maluquices cometidas até agora, temos um Third Street Saint como presidente dos Estados Unidos. E apenas isso não é o bastante para os desenvolvedores da Volition, que decidiram criar uma invasão alienígena como desculpa para que todo tipo de atrocidade possível possa ser cometida.

Em um ambiente essencialmente roxo, o título dos consolos gigantes e armas fenomenais retorna em seu quarto episódio com um mundo ainda maior que os vistos no passado. Mais do que isso, uma distopia futurista foi aplicada à cidade de Steelport, tudo para mostrar que reles seres humanos mortais são fichinha perto do que está fora da Terra.


Outro combate dentro de um mesmo estilo acontece no campo dos jogos de tiro em primeira pessoa e coloca Electronic Arts em confronto com a Activision. Em Battlefield 4, a desenvolvedora promete levar além tudo aquilo que fez do título anterior um sucesso, investindo em grandes novidades e sucessos do passado.

Os principais exemplos desses dois aspectos são as batalhas marítimas – nas quais agora é possível controlar embarcações – e o retorno do modo Commander, que transforma a ação em algo mais puxado para os títulos de estratégia em tempo real. Tudo funcionando com a engine Frostbite 3 e a qualidade que todo mundo já conhece.

Poucos dias depois de seu concorrente, Call of Duty: Ghosts chega ao mercado com a promessa de acabar com as críticas sobre a falta de inovação presente na franquia. Ao lado de um cachorro herói e de uma história escrita por roteiristas de Hollywood, a ideia é revolucionar a franquia mais lucrativa da história do entretenimento.

A história de um grupo de soldados que deve combater sozinho as artimanhas de um vilão muito mais poderoso promete fazer pleno uso de cenários destrutíveis em tempo real e de novas dinâmicas de jogabilidade. É o Call of Duty de sempre, mas com fôlego completamente novo.

O próximo título da série de espionagem da Ubisoft traz o agente Sam Fisher em uma posição de comando e pretende introduzir uma nova mecânica de jogabilidade. Chamada de Killing in Motion pelos desenvolvedores, ela permite que alvos sejam marcados no mapa e assassinados em rápida sucessão, tornando a jogatina mais estratégica, só que sem perder o dinamismo.

Anunciado com pompa na E3 de 2012, o título também quer fazer uso de tecnologias de captura de movimentos para dar mais verossimilhança às histórias de espionagem e conspiração que apenas Tom Clancy é capaz de criar. O lançamento vai acontecer em todas as plataformas da atual geração.

Praticamente o único expoente mainstream no mundo dos jogos de plataforma, Rayman Legends sai de um desenvolvimento atribulado e uma série de atrasos para deixar o mundo da exclusividade e se tornar um multi. Com quatro jogadores, a ideia é enfrentar inimigos, coletar itens e sobreviver às ameaças de um mundo desconhecido.

Trazendo um personagem inédito e diferentes opções de jogabilidade de acordo com a plataforma, o game da Ubisoft terá versões PlayStation 3, Xbox 360, Wii U e PS Vita.

Com uma nova desenvolvedora, a saga do Homem-Morcego nos video games volta no tempo e, como o nome já diz, apresenta agora a origem do defensor de Gotham City. Em Batman: Arkham Origins veremos um personagem diferente daquele a que estamos acostumados, em uma época na qual a cidade ainda se questionava estar diante de realidade ou mito.

O que se vê é uma abordagem muito mais violenta e menos refinada à ameaça criminosa. Enquanto Batman combate os vilões nos consoles de mesa, um lançamento alternativo – Blackgate – também tem lançamento previsto para o mesmo dia e chegará ao Nintendo 3DS e PlayStation Vita.

Ainda falando em Ubisoft, temos a grande surpresa da E3 do ano passado. Watch Dogs transforma em jogo uma das grandes paranoias do mundo moderno: a fixação por privacidade, a integração supostamente segura de todas as nossas informações e a possibilidade de fazer justiça com as próprias mãos, já que os poderes em si não o fazem.

Para transmitir isso, criou-se um mundo aberto e um celular de alta potência no qual você é um vigilante, que patrulha as ruas e utiliza de aparato tecnológico para fazer praticamente tudo. Interrompa a circulação de trens, cause um blackout ou use informações contra os malfeitores em um mundo no qual as pessoas estão cada vez mais distantes umas das outras.

Una os personagens mais sem noção da televisão mundial e os transforme em guerreiros, magos e todo tipo de classe preste em um RPG. Isso é The Stick of Truth, game que leva os personagens de South Park mais uma vez ao mundo dos games e os coloca em uma aventura agora interativa.

Após alguns atrasos, o que parece ser uma paródia da série “O Senhor dos Anéis” deve chegar ao mercado até o final deste ano, trazendo loucuras, diversão e o “pum kamikaze”, uma das armas mais mortais que o mundo conheceu.

Mais um game com lançamentos previstos para a atual e próxima gerações, o novo Need for Speed chega mais uma vez em um mundo aberto e potencializado pela engine Frostbite 3. Ecoando a Hot Pursuit, de 2010, o título trará um sistema meteorológico dinâmico e permitirá, mais uma vez, que o jogador jogue do lado da lei.

É a vez da Ferrari voltar às pistas virtuais da franquia, assim como os “armamentos”, como pulsos eletromagnéticos ou ondas de choque, que podem ser usados pelos policiais para interromper o avanço dos corredores ilegais. Adrenalina sobre rodas.

A Ubisoft responde às suas críticas com uma boa dose de rum, violência e assassinatos. Enquanto o mundo discute a validade de títulos com lançamentos anuais, a empresa mostra que, quando se trata de carinho no desenvolvimento e uma história apurada, de nada importa o intervalo entre um game e outro.

Em Black Flag, os bucaneiros são o centro da atenção enquanto um novo assassino, Edward Kenway, participa da ação ao lado de figuras históricas — como Barba Negra e Charles Vane. Como já dá para imaginar, as batalhas marítimas que se tornaram sensação no game anterior retornam em grande estilo, ao lado da furtividade de sempre.

Se você acompanhou o mundo dos games, com certeza viu o frenesi que explodiu em maio do ano passado, quando Diablo III chegou aos PCs, e os problemas subsequentes com os servidores do título. Agora, os jogadores de PlayStation 3 também poderão experimentar essa aventura mágica, mas, assim esperamos, sem as falhas de conectividade.

Com lançamento previsto também para o PlayStation 4, Diablo III chega com cinco classes de personagens e uma batalha épica contra as forças do mal, além de toda a qualidade com a qual os conhecedores do nome Blizzard já estão acostumados.

Não importa a quantidade de pelos ou rochas no coração de uma pessoa, é extremamente difícil ficar parado quanto o assunto é Just Dance. Em sua nova edição, que abandona os numerais para investir no ano de lançamento, mais hits do momento são transformados em coreografias extremamente divertidas.

As novidades, aqui, são o suporte a seis jogadores simultaneamente e a possibilidade de coreografias mais variadas. Os dois jogadores extras atuam como backup, enquanto os outros quatro são os dançarinos principais e devem mostrar todo o molejo do mundo em nome do grupo. A alegria de sua festa está de volta em todas as plataformas de mesa.

O lançamento aqui é incerto, mas decidimos ser otimistas e apostar na chegada do novo episódio de Castlevania ainda em 2013. Afinal de contas, não é todo dia que a saga dos Belmonts chega ao mundo moderno e nos permite acabar com a raça de monstros com violência extrema.

A questão é que, além disso, o protagonista enfrenta uma outra ameaça. Seu próprio filho, Alucard, também está em busca da destruição do pai e, agora, cabe a Gabriel retornar ao seu velho castelo e recuperar os antigos poderes.

Exclusivos

Algo diferente. É isso que David Cage quer nos apresentar em Beyond: Two Souls, título exclusivo para PlayStation 3 que usa talentos de Hollywood e um grande esforço de captura de movimentos para contar uma história intimista e cheia de nuances, que vai além do tiroteio tradicional

Com os talentos de Ellen Page e Willem Dafoe, o novo título da Quantic Dream pretende levar tudo aquilo que já surpreendeu os gamers em Heavy Rain adiante. Cage promete mais do que um game, promete uma experiência. Todos esperamos exatamente isso.

Em um DLC que virou jogo completo, o irmão de Mario assume o papel central em uma série de novas aventuras. Aqui, as opções são diversas: quem já comprou o game original pode adquirir a expansão por preço promocional. Já aqueles que não apostaram na ideia que deu origem a tudo têm uma segunda chance agora com o lançamento independente.

Ao todo, são quase uma centena de níveis com dificuldade e jogabilidade alteradas para as propriedades de Luigi. Além disso, temos um novo personagem, Nabbit, um monstrinho imune aos ataques inimigos que serve como coletor dos itens que aparecem pelo cenário. Uma boa continuidade para um dos principais títulos do Wii U.

Após muita expectativa, a saga dos monstrinhos lutadores finalmente chega ao Nintendo 3DS. E aproveitando o salto que sempre acontece quando uma nova plataforma chega ao mercado, a Nintendo apresenta o primeiro título da franquia principal a contar com gráficos poligonais, trazendo novo fôlego ao mundo do título e usando todas as capacidades do portátil.

A velha história do treinador Pokémon – no caso, você – que viaja o mundo em busca de aventuras e glórias recebeu reformulações e chega agora à marca de cerca de mais de 500 criaturas. Um desafio à parte para quem pretende se tornar o maior mestre de todos os tempos.

Em mais um daqueles lançamentos que prometem levar ao máximo o potencial de uma plataforma, Gran Turismo 6 chega ao PlayStation 3 para mostrar o máximo de simulador de automobilismo que é possível existir no console, fechando com chave de ouro a participação da Polyphony no video game e entregando aquele tipo de experiência na qual uma centena de horas jogadas é pouco.

Com o já tradicional modo panorama, a obtenção de licenças e a sensação mais próxima possível de se estar diante do volante, Gran Turismo 6 ainda não tem uma data específica de lançamento, mas a promessa é de chegada ainda em 2013. E a torcida, aqui, é para que os adiamentos que tanto assombraram os fãs da série no passado não se repitam.

Mais uma vez vamos para o outro lado da moeda. Enquanto Gran Turismo 6 ainda volta os seus olhos para a atual geração, a Microsoft Studios faz as malas e já parte para o Xbox One com Forza Motorsport 5, o simulador de corrida que faz a cabeça de quem prefere os aparelhos da ex-empresa de Bill Gates.

Contando com apoio total da McLaren e tendo o P1 como seu carro-propaganda, o título foi apresentado durante a conferência de anúncio do próprio console e será um dos títulos de lançamento do Xbox One. É chegar com os dois pés no peito ou, nesse caso, acelerando como um louco.

Já que o assunto é a velocidade na próxima geração, vamos falar também sobre o título social da Evolution Studios, que pretende tirar a competição das pistas propriamente ditas e levá-la ao mundo real. Com o foco no gerenciamento de equipes e nos objetivos em comum, de nada vai adiantar você ser bom sozinho.

É aqui que não apenas as capacidades iniciais do PlayStation 4 serão exibidas, mas também as capacidades de compartilhamento e socialização disponíveis no console. Veja como um game de teste, que abrirá as portas para muito mais no futuro. Se quiser, você ainda poderá experimentar gratuitamente a nova proposta.

O título que assustou muita gente – incluindo nosso próprio Gabriel Soto Bello – retorna para trazer ainda mais terror. No novo Amnesia, uma sequência direta do anterior, o industrial Oswald Mandus retorna de uma desastrada expedição no México  apenas para perder a consciência e acordar muito tempo depois.

O perturbador título dá apenas uma prévia do que será encontrado pelos corredores apertados de sempre. Com uma perspectiva em primeira pessoa, terá novos elementos e pretende trazer uma experiência nova mas tão aterrorizante quando a já conhecida.

Na sequência de Super Mario 3D Land, o encanador mais famoso do mundo agora sai do Nintendo 3DS e chega ao Wii U em uma aventura própria, que mistura perspectivas tridimensionais com a tradicional jogabilidade side-scrolling. A ideia, aqui, é relembrar os jogos clássicos da franquia e apostar, mais uma vez, em diferentes personagens com diversas características.

Mario, Luigi, Peach e Toad podem ser escolhidos por suas habilidades específicas e ainda contam com uma nova roupa, de gato, que garante habilidades felinas a eles. Aos moldes dos episódios para Wii U, ainda, modos multiplayer permitem o compartilhamento de vidas e a ajuda mútua entre os jogadores.

30 anos após os eventos do terceiro game da série, voltamos ao mundo de Killzone, só que, agora, na nova geração. Os efeitos de partículas, reflexos e tudo o que há de bom proporcionados pelo PlayStation 4 chegam para contar a história da ressurreição da rebeldia Helghast, que agora são vistos como párias e refugiados.

Aqui, mais um elemento entra na guerra. Além dos humanos e seus inimigos, temos também os Vektans, habitantes originais do planeta usado pela ISA para isolar os Helghans. A guerra fria evolui por meio de atos de terrorismo e exige mais uma vez a ação do jogador em um palco de batalha muito mais complexo.

Se o mundo dos jogos de plataforma possui líderes, dois deles com certeza seriam Mario e Donkey Kong. Aproveitando o sucesso do recente relançamento para 3DS, a Nintendo anunciou na última E3 o game Donkey Kong Country: Tropical Freeze, que traz toda a aventura do macacão queridão agora em formato Wii U.

O retorno de Dixie Kong é apenas uma das novidades do título cooperativo, que mostra uma invasão viking à ilha dos símios. Com o estoque de bananas mais uma vez em risco, é hora de lutar contra a ameaça e mostrar quem é o verdadeiro rei da floresta no mundo da Nintendo.

E não para por aíTem mais, muito mais
Na lista acima há apenas os destaques do que será uma torrente de títulos a serem lançados nos próximos seis meses. E, assim como no ano passado, é o mês de novembro que promete ser cheio e lotar o backlog de todos nós. Confira, a seguir, outros games que também chegarão ao mercado até o final de 2013, faça sua lista e boa diversão!

Os jogos mais impressionantes para o segundo semestre de 2013 [vídeo]