5 melhorias para amar ainda mais Rise of the Tomb Raider

3 min de leitura
Imagem de: 5 melhorias para amar ainda mais Rise of the Tomb Raider

Antes de ser lançado em 2013, o reboot de Lara Croft não era visto com bons olhos. Em geral, a franquia estava saturada com games medianos e a heroína já não conseguia emplacar um sucesso desde o PlayStation 2. Entretanto, a Crystal Dynamics surpreendeu com a roupagem survival e o clima tenso de seu título.

Logo nos primeiros minutos, Lara deixou de ser a sex symbol interpretada por Angelina Jolie e passou por perrengues que deixariam Drake, de Uncharted, no chinelo. Em entrevista concedida ao site Game Informer, Noah Hughes, diretor-criativo de Rise of the Tomb Raider, falou sobre as expectativas de Rise of the Tomb Raider e como o sucesso do antecessor possibilitou novas abordagens.

Segundo Hughes, uma das principais vantagens de se trabalhar em uma continuação de um sucesso, é que os produtores puderam corrigir as falhas que apareceram durante o desenvolvimento do primeiro título e focar-se no feedback dos fãs. A seguir, você confere cinco aspectos que foram aprimorados em Rise of Tomb Raider.

1. Melhorias no esquema de sobrevivência

Um dos diferencias de Tomb Raider foi se inspirar nos games de sobrevivência e expandir esses aspectos. Na sequência, a heroína vai explorar a Rússia e enfrentar criaturas ainda mais sanguinárias. Além disso, agora o tempo e a situação climática do ambiente afetam a jogatina. Por exemplo, existem inimigos que só aparecem de noite ou sob determinada condição do tempo, ou seja, suas presas ficarão ainda mais difíceis.

Portanto, se você curtiu o esquema de caçada e as habilidades que a senhorita Croft ganha com ele, pode se animar, pois ela vai ficar ainda mais durona.

2. Lara de carne e osso

Um dos aspectos mais legais do reboot é que a protagonista deixou de ser robótica e se tornou mais humana. Quando ela atirava, fugia dos inimigos ou se pendurava em precipícios, dava para sentir que aquilo não era fácil para ela. Noah revelou que, graças ao poderio da atual geração de consoles, esse aspecto também foi aprimorado.

“Ao aproximar a câmera, você pode ver o brilho nos olhos e a reação da personagem”, explicou o diretor. Detalhes, como cabelo, luz, sombra e movimentação foram aperfeiçoados no próximo título. Além disso, eles incluíram novos movimentos de caça, e atuação facial foi aprimorada com o uso de motion capture, visando deixar a heroína ainda mais crível.

3. Sistema de armamento

Na próxima aventura, Lara vai ter que caçar ainda mais para evoluir. Logo, prepare-se para ir atrás de mais criaturas e enfrentar o inferno para montar itens de sobrevivência e armamentos. Outro fato interessante, é que a personagem está mais madura no segundo título, mas nem por isso deixará de ser desafiada pelo ambiente hostil.

Noah revelou que quando era mais novo, adorava jogar Metroid e Zelda. Isso o influenciou na sequência, pois, conseguindo equipamentos diferentes, você poderá voltar em cenários que já foram explorados e descobrir caminhos ocultos e combinações secretas.

4. Tumbas pra que te quero!

Segundo o diretor, uma das coisas que os fãs mais pediram na continuação foi a inclusão de mais tumbas. Portanto, os produtores trataram de atender à solicitação e o título estará recheado de novos desafios. Os puzzles e a exploração também foram balanceados para que os jogadores possam descobrir caminhos alternativos e encontrar tesouros escondidos.

5. Sandbox de combate

Ao jogar o primeiro Tomb Raider, o mundo parece vivo e há diversas oportunidades para atacar sorrateiramente ou fugir dos inimigos. Em Rise of the Tomb Raider, você estará ainda mais livre para explorar o cenário e escolher a melhor abordagem de combate ou fuga.

“Embora tenha situações em que Lara seja obrigada a matar, essa nunca foi sua primeira escolha”, explicou Hughes. Logo, o sistema de stealth foi expandido para utilizar ainda mais o ambiente. “Agora, você pode submergir na água, subir em árvores e escalar colinas para evitar o combate ou criar novas oportunidades de ataque”, informou o diretor.

***

E aí, ficou empolgado com Rise of the Tomb Raider? Vale ressaltar que, por ora, o game é exclusivo para Xbox One e Xbox 360, mas pode ser lançado algum dia para os consoles da Sony.