Jogo grátis na Steam te coloca para ser freira ajudante do diabo

3 min de leitura
Imagem de: Jogo grátis na Steam te coloca para ser freira ajudante do diabo
Imagem: Reproduçao / Voxel

O Steam Vem Aí 2024 começou na última segunda-feira (5) e já vem apresentando alguns jogos de destaque. Entre eles está INDIKA, um game que traz uma premissa um tanto bizarra e polêmica: colocar o jogador no controle de uma freira, que é ajudada por ninguém menos que o próprio diabo.

O game é distribuído pelo 11 Bit Studios, o mesmo responsável por The Invincible, e conta com uma versão demo disponível gratuitamente — mas ainda não há uma data de lançamento confirmada.

O Voxel jogou INDIKA e te conta todos os detalhes desse game, que promete dar o que falar. Confira!

Uma freira em constante questionamento

Essa é a frase que melhor define o enredo de INDIKA. Ele se passa em uma versão alternativa da Rússia, no século XIX, onde você assume o controle de uma freira que passa por uma série de questionamentos em relação à sua religião.

Enredo promete questionamentos em relação à religião e algumas surpresas.Enredo promete questionamentos em relação à religião e algumas surpresas.Fonte:  Reprodução / Voxel 

Com isso, ela parte em uma jornada que explora a própria natureza do bem contra o mal. E para ajudar nisso, terá o auxílio do próprio diabo que, durante toda a aventura, será uma espécie de segunda voz para ajudar nas suas tomadas de decisões.

Infelizmente, por mais que o enredo seja interessante por todas essas questões levantadas, e uma promessa da produtora de dilemas éticos no meio religioso, a versão demo mostra pouco disso tudo. Ela começa com a personagem ajudando um homem, que se diz um ex-presidiário. Depois de ajudar com seus ferimentos, ela parte com sua motocicleta (sim, uma freira motociclista), rumo a um lugar seguro, e é aí que a demo começa de vez.

A freira conta com uma espécie de motocicleta para andar pelo jogo.A freira conta com uma espécie de motocicleta para andar pelo jogo.Fonte:  Reprodução / Voxel 

Jogabilidade focada na exploração e na mudança de mundos

Ao longo do percurso eles acabam passando por alguns perrengues, sendo o maior deles um enorme cão feroz em seu encalço. Cachorro este que acaba sendo o grande coadjuvante da demo, já que é o responsável por garantir bons sustos e mortes, além de um final que levanta uma questão sobre como os animais são inocentes e o homem, por sua vez, um grande pecador.

Também é preciso explorar algumas casas e localidades para solucionar puzzles, que necessitam de determinadas ferramentas ou chaves. E por fim, há também um momento onde a freira passa por uma espécie de mudança de mundos, onde, ao deixar de fazer suas orações, ela tem contato com o que parece ser uma versão paralela do inferno. É preciso alternar entre eles para encontrar um caminho específico, já que em cada um as plataformas se comportam de maneira diferente.

Em alguns momentos será preciso alternar entre o mundo real e o inferno.Em alguns momentos será preciso alternar entre o mundo real e o inferno.Fonte:  Reprodução / Voxel 

Já em relação à jogabilidade, não há nada muito complexo, ou que não tenha sido apresentado antes. Como dito anteriormente, em alguns momentos será necessário "rezar" para realizar a troca de plano. Essa alternância é feita apenas com o botão direito do mouse na versão testada para PC. Fora isso, apenas comandos de ação e outro para correr.

O que chamou a atenção foi uma espécie de barra de experiência que contabilizava pontos. Eles eram conquistados a cada item encontrado, ou ação realizada com sucesso, como pegar livros e imagens de santos. Mas confesso que não entendi muito, já que na versão ela aparece um pouco preenchida, e não há tutoriais indicando sua finalidade.

Acender velas para Santos também rende "pontos de experiência".Acender velas para Santos também rende "pontos de experiência".Fonte:  Reprodução / Voxel 

Por fim, o visual não deixa a desejar. Rodando em um PC munido de uma GeForce 3080, pude rodar o jogo com todas as opções gráficas no máximo, extraindo tudo o que ele tem de melhor no quesito gráfico. Porém, os cenários são vazios facilitam o desempenho do game, que não teve nenhuma queda de rendimento durante toda a demo.

INDIKA tem potencial?

Embora a demo disponibilizada seja muito curta até mesmo para se chegar a um veredito, é possível dizer que, pelo menos, INDIKA vai dar o que falar. E o principal motivo é justamente o seu enredo, não apenas por colocar o jogador no controle de uma freira auxiliada pelo diabo, mas pelos diversos questionamentos que, somente nessa curta demonstração, já foram o suficiente para bagunçar um pouco a nossa mente.

INDIKA promete levantar muitas polêmicas,INDIKA promete levantar muitas polêmicas,Fonte:  Reprodução / Voxel 

E você, quais suas expectativas para o lançamento de INDIKA? Conte para a gente nas redes sociais do Voxel!

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.