Intel Core i9-14900K: veja preço, benchmarks e detalhes do processador

4 min de leitura
Imagem de:  Intel Core i9-14900K: veja preço, benchmarks e detalhes do processador
Imagem: Intel

O Intel Core i9-14900K foi lançado no dia 16 de outubro como a mais nova CPU de ponta da Intel, um sucessor direto do i9-13900K. Como podemos esperar, o processador tem algumas melhorias e refinamentos da arquitetura, mas será que a evolução em relação à geração passada foi alta?

Nesse artigo, confira alguns dos principais detalhes sobre o i9-14900K, incluindo preço, especificações e um pouco do desempenho. Se você está buscando saber mais sobre os mais novos processadores no mercado, esse é um ótimo ponto de partida.

Especificações técnicas do i9-14900K

O novo processador da Intel chega com um total de 24 núcleos e 32 threads, já que temos 8 núcleos de desempenho (P-cores) com hyperthread e mais 16 núcleos de eficiência (E-cores). A frequência de operação máxima é de 6 GHz, um leve aumento em relação ao 5,8 GHz do i9-13900K.

Especificações completas do Intel Core i9-14900KEspecificações completas do Intel Core i9-14900KFonte:  Intel 

O Intel Core i9-14900K conta com 36 MB em cache L1 e 32 MB em cache L2. A potência base do processador é de 125W. O modelo também conta gráficos integrados Intel UHD Graphics 770 com 32 unidades de execução, mas esse não é o foco deste artigo.

Sobre a microarquitetura Raptor Lake na 14ª geração

O processo de fabricação das CPUs da nova geração Intel é o mesmo que o da 13ª geração. Além das pequenas diferenças em especificações, há outras novidades presentes no i9-14900K que valem ser mencionadas.

Mas antes de pontuar as mudanças, é bom olhar primeiro para algumas semelhanças bem-vindas. Processadores de 13ª e 14ª geração podem ser usados com os mesmos chipsets, ou seja, não é necessário fazer o upgrade de placa-mãe entre essas gerações.

A mais nova geração também mantém o suporte tanto para memórias DDR4 quanto para DDR5. No entanto, isso vai depender  da compatibilidade da placa-mãe do sistema.

Apesar desses pontos em comum, a Intel promete um maior potencial para overclock no 14900K. Isso é ampliado com o uso do novo AI Assist na ferramenta de overclock automático de processadores da Intel, que permite aplicar uma alteração otimizada automaticamente para o seu chip, baseado em inteligência artificial.

AI Assist para overclock do Intel XTU na 14ª geração de processadoresAI Assist para overclock do Intel XTU na 14ª geração de processadoresFonte:  Intel 

A Intel também promete melhorar o uso de núcleos de eficiência e performance de maneira mais otimizada em cada aplicação com o Intel Aplication Otimization. No lançamento, o recurso está disponível apenas para Metro Exodus e Rainbow Six Siege, mas o suporte deve chegar gradualmente em outros softwares.

Desempenho

É sempre bom conferir as especificações do seu hardware, mas, no fim das contas, o que importa é a performance. Veja alguns resultados de benchmarks do Intel Core i9-14900K em alguns games diferentes.

Desempenho médio do 14900K em diferentes jogos rodando em FullHDDesempenho médio do 14900K em diferentes jogos rodando em FullHDFonte:  Tecmundo (via TechPowerUp) 

Foram selecionados alguns resultados dos benchmarks da base de dados do TechPowerUp para esses gráficos. Os testes são de jogos rodando em 1080p com uma RTX 4090 para que o gargalo do sistema seja o processador e possamos ver até onde ele consegue chegar.

Também é importante destacar que há dois jogos com ray tracing habilitado, Cyberpunk 2077 e Marvel's Spider-Man. Apesar de ser comumente associado à performance da placa de vídeo, habilitar efeitos de traçados de raio também tem um impacto na CPU, que pode ser considerável em algumas situações.

Quando vemos apenas os números do 14900K, não temos dúvida que o chip é uma CPU muito poderosa e capaz de entregar vários jogos em altíssimas taxas de quadros. No entanto, é importante comparar esses resultados com o que o i9-13900K consegue fazer.

Desempenho do i9-14900K comparado com o i9-13900K em jogosDesempenho do i9-14900K comparado com o i9-13900K em jogosFonte:  Tecmundo (via TechPowerUp) 

Olhando os dois processadores lado a lado, é fácil notar que a diferença entre eles é mínima. Às vezes com o modelo da 14ª ''geração'' alcançando uma vantagem menor do que 1 fps na média em alguns jogos.

O TechPowerUp até tem o resultado que faz a média de todos os testes registrados por eles com esses processadores. Enquanto o 14900K atingiu 260,2 fps em média, o 13900K já consegue entregar 256,1 fps. Isso é uma diferença de 4 fps, o que representa apenas 1,56% de ganho.

Os resultados de testes de performance mostram claramente que apesar dessa ser uma nova geração de processadores da Intel, esse modelo consiste mais em um simples ''refresh'' dos produtos. Isso pode até trazer um pouco mais de desempenho, mas de forma muito marginal geralmente.

E o preço? Vale a pena?

Já sabemos que o Intel Core i9-14900K é quase idêntico ao 13900K, mas para responder se ele vale a pena ou não, precisamos olhar para os preços.

Em primeiro lugar, é importante pontuar que, no momento em que escrevo esse artigo, o 14900K não parece ser muito fácil de encontrar em estoque no mercado brasileiro. No entanto, isso pode mudar em breve.

Quando o processador esteve disponível, ele apareceu por R$ 4.299 à vista. Já o Intel Core i9-13900K pode ser encontrado no mercado por cerca de R$ 3.984,00. A diferença aqui não é muito grande proporcionalmente, mas ela existe.

Se vale à pena já ir para a 14ª geração depende muito da diferença de preço entre os dois modelos. Os 300 reais de diferença são o equivalente a um jogo novo no lançamento, ou pode ser alocado para outro upgrade, mas isso vai depender muito das preferências do usuário, variando de caso a caso. 

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.