Stranger Things: 7 jogos para você que curtiu a série

5 min de leitura
Imagem de: Stranger Things: 7 jogos para você que curtiu a série
Imagem: Night School Studio

A quarta temporada de Stranger Things levou os fãs à loucura, com combates épicos, solos virtuosos de guitarra e uma trilha sonora dos anos 80 que com certeza vai ficar grudada na cabeça de muita gente por um bom tempo.

E para ajudar os amantes da série a esperarem pela próxima e última parte dessa aventura eletrizante, decidimos criar uma lista com sete jogos que possuem diversas semelhanças com a jornada desse amado grupinho de Hawkins, seja na ambientação ou por conterem protagonistas jovens em situações desesperadoras. Confiram a seguir:

1 . Alan Wake

Quando um renomado escritor passa por um bloqueio criativo, ele e a esposa decidem tirar uns dias para relaxar na pequena e aparentemente pacata Bright Falls. Porém, os dias de descanso logo se transformam em um verdadeiro pesadelo para Alan quando sua mulher desaparece, o lançando em uma luta caótica para desvendar um sinistro mistério e encontrar a amada.

Além de Alan Wake ser literalmente apresentado como uma série, com divisões de capítulos e uma trilha sonora excelente, ele traz todo aquele ar de cidade pequena pacífica, mas que esconde segredos assustadores por trás de sua adorável fachada.

Um ponto interessante é que o game ganhou uma versão remaster no final de 2021 com diversas melhorias gráficas e já incluindo as duas DLCs, e para quem curtir as desventuras de Alan, um segundo jogo está programado para ser lançado em 2023.

Plataformas: Xbox 360, Xbox One, Xbox Series X|S, PS4, PS5, Nintendo Switch e PC.

2. Silent Hill 3

Durante uma entrevista, Ross Duffer, um dos co-criadores de Stranger Things, afirmou que a equipe realmente utilizou o universo de Silent Hill como uma inspiração para o monstruoso Mundo Invertido.

E embora a franquia inteira seja uma ótima escolha para os fãs de terror, o terceiro jogo ganhou um destaque especial por trazer um elemento que o difere dos outros: ele é o único com uma protagonista adolescente.

Sua trama segue Heather Mason, uma jovem que após ter um sonho estranho com Silent Hill, acaba viajando para a cidade em busca de informações sobre o seu passado, aprendendo da pior forma que alguns segredos nunca deveriam ser descobertos.

Para quem não está familiarizado com a franquia, esse game possui fortes conexões com o primeiro título, então vale a pena curtir os dois - ou pelo menos assistir um gameplay de seu antecessor - e aí se jogar na escuridão e insanidade que Silent Hill 3 tem para oferecer.

Plataformas: PS2 e PC.

3. Oxenfree

Em uma boa mistura de drama adolescente e muito susto, esse thriller sobrenatural gira em torno de Alex, uma jovem rebelde e brilhante que vai com seu mais novo meio-irmão, Jonas, para uma festa noturna em uma praia em uma antiga ilha militar.

Porém, a diversão logo acaba quando a menina acaba incitando acidentalmente um fenômeno paranormal com seu rádio portátil, e a partir daí, ela precisa encontrar um modo de manter todos seus companheiros vivos e fugir desse local com um passado muito enigmático.

Oxenfree tem todo aquele ar dos clássicos filmes de terror teen dos anos 80, e mesmo com gráficos 2D, não deixa de ser assustador em diversas partes.

Outro ponto interessante é que ele já possui uma sequência, chamada Oxenfree II: Lost Signals, que se passa cinco anos depois dos eventos originais. Ou seja, quem curtir a primeira aventura já tem uma dobradinha para aproveitar!

Plataformas: Xbox One, PS4, Nintendo Switch, PC, Android e iOS.

4. Stories Untold

Com uma trilha sonora com inspirações diretas nos anos 80, além de estética super retrô cheia de monitores de tubo e fitas cassete, esse game de aventura experimental baseado em narrativa apresenta quatro histórias independentes com configurações, mecânicas e gameplay diferentes.

Então, para quem já está com saudades de Stranger Things e não perde a chance de aproveitar um bom terror psicológico com elementos de ficção científica, com certeza vale a pena dar uma chance para Stories Untold, e descobrir tudo o que ele tem para oferecer.

Plataformas: Xbox One, PS4, Nintendo Switch e PC.

5. The Blackout Club

Um grupo de jovens em busca de seu amigo desaparecido, precisando enfrentar perigos para desvendar um segredo obscuro que se esconde sob a fachada de sua pacífica cidadezinha. Parece familiar? Bem, não estamos falando da trama da primeira temporada de Stranger Things, mas sim de The Blackout Club, game de terror co-op para uma até quatro pessoas.

Em um local no qual todos os cidadãos perambulam sonâmbulos durante a noite - mas sem nenhuma memória dos eventos pela manhã - alguns adolescentes começam a acordar no meio desses "apagões" em lugares inusitados, sem entenderem como chegaram até lá.

Contudo, os adultos não parecem acreditar nos relatos dos jovens, que decidem formar um clube em busca de respostas. Mas quando um amigo próximo desaparece, o mistério pode se provar mais mortal do que eles imaginaram.

Através de missões geradas processualmente, os jogadores devem se unir e utilizar ferramentas como drones e ganchos para evitar os adultos, encontrar provas do que está acontecendo e escapar de um inimigo aterrorizante que só pode ser visto com os olhos fechados. Quase a galerinha de Hawkins na época atual, certo?

Plataformas: Xbox One, PS4 e PC.

6. Little Nightmares I e II

Embora a ambientação dessa franquia não se assemelhe nada a do seriado da Netflix, seus jogos acertam muito bem o desespero de acompanhar crianças indefesas fazendo o possível para escapar de bizarras criaturas letais.

Tanto a aventura solo de Six, quanto sua jornada em Little Nightmares II como companheira do jovem Mono estão recheadas de momentos de tensão e desamparo, nos quais os jogadores precisam encontrar formas de solucionar puzzles para avançar pela trama, evitando e lidando com inimigos assustadores contando apenas com a astúcia de criancinhas franzinas.

Plataformas Little Nightmares: Xbox One, PS4, Nintendo Switch e PC.

Plataformas Little Nightmares II: Xbox One, Xbox Series X|S, PS4, PS5, Nintendo Switch e PC.

7. Inside

Este puzzle de plataforma com gráficos 2D apresenta um garoto solitário, que acaba sendo caçado por estar no lugar errado e na hora errada, sendo tragado cada vez mais para o centro de um projeto sombrio. Envolvendo laboratórios e experimentos secretos, a temática de Inside realmente relembra Stranger Things, sendo uma boa escolha para os fãs da série.

Um detalhe interessante é que ele foi desenvolvido pela Playdead, estúdio responsável por Limbo, game sobre um menino preso em uma floresta na beira do inferno em busca de sua irmã. Os dois jogos receberam críticas muito positivas, então, com certeza vale a pena adicioná-los à sua biblioteca.

Plataformas: Xbox One, PS4, Nintendo Switch, PC e iOS.

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.