Nintendo reconhece união entre mesmo gênero, contrariando leis japonesas

1 min de leitura
Imagem de: Nintendo reconhece união entre mesmo gênero, contrariando leis japonesas
Imagem: Nintendo

Em uma atualização recente nas Informações de Responsabilidade Social Corporativa, a Nintendo do Japão adicionou uma nova seção chamada Introdução ao Sistema de Parceria, reconhecendo o casamento entre indivíduos do mesmo gênero, algo que ainda é proibido pelas leis nipônicas.

De acordo com a publicação, funcionários em uma união com alguém do mesmo gênero agora possuem os mesmos benefícios e direitos daqueles em um relacionamento com alguém do gênero oposto.

Fonte:  Nintendo 

"Na Nintendo Co., Ltd. (Japão), queremos criar um ambiente de trabalho que apoie e capacite cada um de nossos funcionários exclusivos. Introduzimos o Sistema de Parceria em março de 2021 como uma iniciativa baseada nessa filosofia. Embora os casamentos do mesmo gênero não sejam atualmente reconhecidos pela lei japonesa, esse sistema garante que os funcionários que estão em uma parceria doméstica com um parceiro do mesmo sexo tenham os mesmos benefícios que os funcionários em um casamento do sexo oposto. Também estabelecemos que a união estável entre casais será observada da mesma forma que o casamento", afirma o site da empresa.

A declaração ainda explica que todas as formas de discriminação são estritamente proibidas e que os regulamentos internos foram revisados para proibir comentários discriminatórios ou "divulgar a orientação sexual de alguém contra sua vontade", e que treinamentos estão sendo realizados para criar um ambiente inclusivo e benéfico para os colaboradores.

Vale lembrar que o Japão ainda conta com uma constituição que exclui a união entre pessoas do mesmo gênero da definição do casamento, e obriga transexuais a realizarem a esterilização cirúrgica para serem legalmente reconhecidas por sua identidade de gênero.

Sendo assim, essa mensagem de inclusão e respeito lançada pela Nintendo é um passo muito importante em uma árdua batalha travada por muitos não só no território japonês, mas no mundo inteiro.


Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.