Lost Ark perde 300.000 jogadores em onda de bans para se livrar de bots

1 min de leitura
Imagem de: Lost Ark perde 300.000 jogadores em onda de bans para se livrar de bots
Imagem: Amazon Games

Lost Ark recebeu um update recente que veio acompanhado de uma bomba um tanto inesperado pela comunidade: o banimento de um número massivo de contas que resultou na queda de 300.000 jogadores no extremamente popular MMORPG. Os dados foram ressaltados na plataforma SteamDB, que mostra a queda vertiginosa em 16 de junho.

A perda de um número tão grande de jogadores é reflexo da grande quantidade de banimentos, que por sua vez acontece devido à briga constante da Amazon Game Studios contra os bots no game.

Trapaceiros sempre são um problema em jogos online e, quanto maior o sucesso, maior o problema. E Lost Ark chegou no ocidente depois de anos disponível na Coreia do Sul, o que significa que o game já vem com um ecossistema e um "know-how" de criação de bots para cá.

Mas, porque o uso de robôs é tão atrativo e tão problemático em Lost Ark? Porque trapaceiros usam as contas automatizadas para farmar uma grande quantidade de recursos e vendê-los por dinheiro real em mercados paralelos, causando uma desvalorização das moedas in-game. Assim, quem joga normalmente e não está disposto a pagar dinheiro real pelos itens, vê os recursos ficarem cada vez mais caros no mercado do jogo, pela inflação da moeda virtual.

A queda tão grande do número de jogadores levou o game recordista a um mínimo de mais ou menos 40 mil pessoas jogando em 16 de junho. Esse número cresceu rapidamente de novo, mas segue caindo. Atualmente, segundo o Steam DB, temos um pouco menos de 250 mil pessoas jogando Lost Ark, o que é um número ainda muito considerável.

Fontes