EA defende a exibição de anúncios em jogos free-to-play

1 min de leitura
Imagem de: EA defende a exibição de anúncios em jogos free-to-play
Imagem: Electronic Arts

Andrew Wilson, o CEO da Electronic Arts, defendeu a inserção de anúncios em jogos gratuitos. Durante uma conferência sobre os resultados financeiros da empresa, o executivo disse que "existe espaço para publicidade quando feita do jeito certo". A informação foi revelada pelo site Seeking Alpha, que liberou uma transcrição do áudio da reunião.

De acordo com a publicação, o tema surgiu relacionado à revelação de que a Microsoft estaria se preparando para adicionar publicidade em alguns jogos free-to-play do Xbox — e que a Sony estaria seguindo o mesmo caminho no PlayStation. Quando questionado sobre o assunto, Wilson afirmou que sua empresa visa entregar a melhor experiência de jogo possível e que a EA já testou alguns modelos de propaganda ao longo do tempo.

Segundo o CEO, alguns destes modelos de anúncios continuaram e outros foram interrompidos baseados na ideia de "manter a melhor experiência possível" para os jogadores.

Wilson disse que sua empresa observou diferentes mídias de entretenimento e percebeu que é possível sim adicionar anúncios e propagandas em jogos. Seu time teria percebido isto sendo feito da maneira correta, principalmente em jogos para celulares. Ele afirmou ainda que "existe uma porção da comunidade que, quando dada a opção, vai participar da publicidade quando isto beneficiar sua experiência de jogo".

No passado, a EA testou alguns formatos de exibição de anúncios em alguns de seus jogos pagos, incluindo Battlefield 2042. Em jogos gratuitos, a intenção é gerar renda com a propaganda, permitindo aos desenvolvedores serem pagos independente de microtransações (e sem precisar pagar as taxas de lojas de jogos digitais e de apps, como PlayStation Store, a Microsoft Store e a Google Play, por exemplo).

Ainda que tenha se mostrado receptiva à ideia de exibir publicidade em seus jogos free-to-play, a Electronic Arts ainda não aderiu oficialmente a este formato de anúncio.

Categorias