Elden Ring: muitos detalhes são revelados em livro oficial japonês

2 min de leitura
Imagem de: Elden Ring: muitos detalhes são revelados em livro oficial japonês
Imagem: From Software/Reprodução

Foi lançado, nesta quinta-feira (27), em alguns países, um livro especial com novas informações e imagens de Elden Ring. O material está em japonês, mas foi traduzido pelo canal Elden Ring News no YouTube, que dentre as revelações disse que o jogo não terá covenants, que o mundo aberto será 10 vezes maior do que o mostrado nos testes de rede e que terão 50 espíritos únicos.

Parte das informações do livro constam em uma entrevista dada pelo diretor, Hidetaka Miyazaki. Dentre os detalhes interessantes, ele contou que o título permitirá a realocação de atributos, ou seja, ao longo da campanha será possível redistribuir os pontos e alterar o build do personagem.

Outra questão que chamou a atenção foi que o jogo não terá as covenants, que são os grupos e as facções que estão presentes em outros jogos da From Software. O fato foi encarado como uma boa notícia, já que o sistema não fazia tanto sucesso com o público.

Os entusiastas da personalização também ficarão felizes, já que de acordo com o livro (que se chama The Overture of Elden Ring) será possível mudar o visual do personagem durante a jogo, sem restrições.

De acordo com Miyazaki, a ideia inicial era fazer que os personagens mudassem a estrutura física após as batalhas mais importantes. O objetivo era mostrar como o enredo ia afetando o(a) protagonista ao longo da jogatina. O conceito foi descartado, porém, em prol de mais liberdade ao player.

Sobre o mundo aberto, a promessa é que ele será realmente gigantesco. Não será preciso explorar cada canto, mas todos os lugares terão coisas para serem vistas e para interagir. Quem optar pela exploração poderá fazer um bom loot e será recompensado por isso.

Outras novidades

Um detalhe que chama a atenção é que o Elden Ring terá um recurso para “redução de stress”. Para não deixar os jogadores nervosos e frustrados, será possível escolher se você renascerá em um ponto de graça ou próximo a um monumento chamado “Stake of Marika”.

De maneira mais misteriosa, o diretor contou que a Lua terá um papel muito importante dentro do game e afirmou que quem jogou outros títulos da série terá um pouco de noção do que ele está falando.

Elden Ring

Além de tudo isso, foram ditas outras curiosidades como: Elden Ring tem várias referências à cultura japonesa, incluindo trajes samurais. Os chefões falarão bastante nas cutscenes e será possível utilizar um mangual (flail em inglês) como arma.

E aí, o que achou das revelações? Ficou ainda mais empolgado para jogar Elden Ring? Deixe a sua opinião abaixo. Só lembrando que o game será lançado em 25 de fevereiro.