9 momentos assustadores em jogos que não são de terror

4 min de leitura
Imagem de: 9 momentos assustadores em jogos que não são de terror
Imagem: Rockstar Games
Avatar do autor

Do survival horror ao terror psicológico, existe uma grande diversidade de games assustadores que podem divertir os aficionados pelo macabro. Porém, alguns títulos de outros gêneros também contêm cenas de puro medo ou desconforto, seja em uma missão específica ou até mesmo através de um easter egg.

Com isso em mente, separamos uma lista com nove momentos assustadores em jogos que não se terror, mas que com certeza conseguiram apavorar os jogadores em algum momento. Confiram a seguir:

A fantasma do Monte Gordo – Grand Theft Auto 5

Os fãs desta aclamada franquia de ação da Rockstar sempre podem esperar algum easter egg divertido durante a jogatina.

Contudo, GTA 5 parece se superar neste quesito, trazendo criaturas icônicas como o lendário Pé Grande, e em um tom mais macabro, a assustadora fantasma encontrada no alto do Monte Gordo. Com certeza não era uma figura que muitos esperavam encontrar em um passeio por San Andreas...

Plataformas: PS3, PS4, PS5, Xbox 360, Xbox One, Xbox Series X e S, e PC

Centro de Pesquisa New Hope – Gears Of War 2

Este degradado centro de pesquisa de Gears of War 2 é tão sinistro que poderia facilmente ser parte de um jogo de terror, apresentando uma história sombria e diversas criaturas monstruosas prontas para atacar quando menos se espera.

É claro que como se trata de um shooter, os jogadores contam com um arsenal bem polpudo para lidar com a missão, mas isso não impede que New Hope cause uns sustos pelo caminho.

Plataformas: Xbox 360, Xbox One e Xbox Series X e S (via retrocompatibilidade)

Museu da Bruxaria – Fallout 4

Como se já não fosse o bastante lidar com mutantes, canibais e os problemas apresentados nas terras inóspitas de Fallout 4, a missão The Devil's Due parece levar as coisas para outro nível, apresentando uma ambientação digna do longa A Bruxa de Blair.

Durante a quest, é preciso investigar o Museu da Bruxaria, um prédio dilapidado cheio de manequins em posições estranhas e ruídos bizarros que acabam apresentando o "hospitaleiro" morador desse local horrendo.

Plataformas: PS4, Xbox One, Xbox Series X e S (via retrocompatibilidade), e PC

O vampiro de Saint Denis – Red Dead Redemption 2

Em um jogo ambientado no faroeste, repleto de bandidos e pistoleiros, elementos clássicos de terror parecem não ter espaço, certo? Porém, a Rockstar sempre dá um jeito de acrescentar um traço peculiar em seus títulos, como é o caso do vampiro em Red Dead Redemption 2.

Após descobrir uma série de pistas, é possível confrontar o sósia de Nosferatu vagando pelas ruas de Saint Dennis. Porém, é melhor não vacilar, ou pode acabar se tornando a próxima refeição do sugador de sangue!

Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X e S (via retrocompatibilidade), e PC

A Casa dos Horrores – The Elder Scrolls V: Skyrim

Esta missão difere muito do clima de fantasia apresentado por Skyrim, porém, não deixa de ser muito interessante. Em Markarth, o Dragonborn pode optar por acompanhar o Vigilante Tyranus em sua tarefa para investigar uma casa assolada pela presença de um Daedra.

Contando com todos os clichês que fãs de terror tanto amam, como móveis mudando de posição sozinhos, objetos levitando, e sussurros surgindo do nada, o protagonista ainda precisa tomar uma decisão importante: ouvir ou não a voz maligna que exige o assassinato de Tyranus.

Plataformas: PS3, PS4, PS5, Xbox 360, Xbox One, Xbox Series X e S, Nintendo Switch e PC

Necrotério – Batman: Arkham Asylum

Mesmo apresentando um clima mais sombrio, a série Arkham está mais voltada para o gênero de ação e aventura do que terror. Porém, isso não a impediu de apresentar momentos sinistros, como o necrotério de Arkham Asylum.

Ao chegar no local, Bruce já é recebido por uma agradável comitiva de baratas, e ao iniciar sua investigação, ele se depara com sussurros perturbadores, portas de freezer batendo e até mesmo os corpos de seus pais em mesas de autópsia, zombando do herói.

Mais um dia comum na vida do Batman, não é mesmo?

Plataformas: PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, Xbox Series X e S (via retrocompatibilidade), e PC

O homem-morcego – Batman: Arkham Knight

E já que estamos falando dos games do homem-morcego, não poderíamos deixar de fora o momento no qual ele encontra literalmente outro morcegão!

Durante toda a trilogia, os jogadores se acostumam a utilizar os telhados da cidade para se locomover de uma missão para outra sem grandes incidentes. Porém, essa falsa sensação de segurança acaba sendo perfeita para a quest Criatura da Noite de Arkham Knight, que apresenta esta criatura monstruosa com um belo jumpscare assim que Batman se agarra na beira do telhado.

Depois que o susto passar, é hora de se recompor e capturar a aberração, afinal, não precisamos de dois homens-morcegos vagando pela noite, não é mesmo?

Plataformas: PS4, Xbox One, Xbox Series X e S (via retrocompatibilidade), e PC

O pesadelo – Max Payne

Como protagonista da série, Max Payne é a prova que até mesmo os indivíduos mais durões se tornam indefesos dentro de sua própria mente. Mesmo capaz de enfrentar diversos mafiosos e corporações corruptas, o detetive precisa lidar com um pesadelo recorrente, que é apresentada em um segmento assustador no jogo.

Para concluir essa parte, é preciso achar o seu caminho através da casa labirinto, seguindo choros desesperados e atravessar áreas escuras em cordas bambas feitas de sangue, tudo isso com uma trilha sonora que aumenta ainda mais a tensão.

Plataformas: PS2, Xbox e PC

Shalebridge Cradle – Thief: Deadly Shadows

"Costumava ser um hospício, e antes disso, era um orfanato. Uma noite, um incêndio começou, mas ninguém sabe como. Depois disso, o local foi abandonado". É com essa descrição digna de um conto de terror que começamos a exploração dessa parte cheia de perigos reais e imaginários em Thief: Deadly Shadows.

Combinando elementos de survival horror no título de stealth, a trama de Shalebridge Cradle apresenta um prédio senciente e pronto para enviar seus antigos moradores para atormentarem a vida do jogador, o pegando desprevenido enquanto avança por corredores e salas vazias e dilapidadas.

Plataformas: Xbox e PC