Diretor de Elden Ring não pretende jogar seu próprio game

1 min de leitura
Imagem de: Diretor de Elden Ring não pretende jogar seu próprio game
Imagem: FromSoftware/Divulgação
Avatar do autor

Um dos jogos mais aguardados dos últimos tempos, Elden Ring chega no ano que vem e promete agradar à turma que é fã da série Dark Souls e Bloodborne, da FromSoftware.

Embora jogadores mal possam esperar para curtir a nova aventura, o mesmo não pode ser dito do diretor do jogo. Em uma entrevista recente, Hidetaka Miyazaki, presidente da produtora e criador de Elden Ring afirmou que não pretende jogar seu próximo lançamento.

Mas calma, isto não é um sinal de que o game será potencialmente ruim. Na verdade, Miyazaki explica que não jogar seus próprios games trata-se de uma espécie de política pessoal. Ele afirma ainda que o título é, provavelmente, o mais próximo do que seria seu "jogo ideal".

"Sabe, eu provavelmente vou acabar não jogando Elden Ring porque é um jogo que eu mesmo fiz", disse o criador, justificando em seguida que ele não teria a mesma experiência que um novo jogador por já saber tudo o que tem no game. "Como disse antes, não teria vontade de jogar. Mas se jogasse, então este seria próximo do que eu queria em um jogo ideal".

O diretor explicou ainda que, durante a produção do título, não tinha em mente fazer seu "jogo ideal", mas que "o mundo aberto enriquece a experiência" que ele gostaria de alcançar. Em grande parte, esse enriquecimento deve vir da narrativa, que tem ninguém menos do que George R. R. Martin, da série Game of Thrones, contribuindo com o roteiro.

Elden Ring chega em 25 de fevereiro com versões para PC, PS4, PS5, Xbox One e Xbox Series X|S.