Os melhores jogos de tiro de 2021

6 min de leitura
Imagem de: Os melhores jogos de tiro de 2021
Imagem: Bethesda/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

O fim do ano está quase chegando, isso significa que é hora de selecionar os principais lançamentos de 2021. Hoje, vamos listar os melhores jogos de tiro que chegaram ao mercado neste ano.

De combates históricos na Segunda Guerra Mundial a conflitos em um futuro próximo fictício, passando por tiroteios desenfreados contra zumbis, vamos dar uma olhada nos shooters que se destacaram em 2021.

Primeiramente, é importante lembrar que a lista está em ordem alfabética, contando com títulos para consoles PlayStation, Xbox e PC. Tudo certo? Então, agora confira a nossa lista com os melhores jogos de tiro lançados em 2021!

Back 4 Blood

Como em todo jogo de zumbis que se preze, em Back 4 Blood jogadores devem combater os mortos-vivos na base do tiro. Com um arsenal bastante variado, personagens apresentando diferentes habilidades e a possibilidade de equipar cartas que atuam como buffs, o sucessor espiritual de Left 4 Dead foi um dos destaques do gênero shooter este ano.

No jogo, o planeta foi dominado por mortos-vivos, e cabe a um grupo de sobreviventes combater a ameaça dos "comedores de carne humana", restaurar (ou pelo menos tentar) a sociedade e retomar o controle do mundo como o conhecemos.

Battlefield 2042

Totalmente focado no modo multiplayer, Battlefield 2042 oferece a possibilidade de participar de partidas com suporte para até 128 jogadores nos consoles da geração atual e no PC. Já no PS4 e no Xbox One, o jogo limita a participação para apenas 100 combatentes em um mapa de tamanho reduzido.

Sem modo Campanha, o jogo não é recomendado para quem procura uma experiência para um jogador, mas se competir online é a sua praia, o mais recente lançamento da série Battlefield pode render boas horas de diversão.

Call of Duty: Vanguard

Ambientado no fim da Segunda Guerra Mundial, Call of Duty: Vanguard conta com uma campanha single player cinematográfica, bastante conteúdo no modo Multiplayer e integração com o battle royale gratuito Call of Duty: Warzone. Ao longo da campanha, jogadores testemunham o surgimento das forças especiais e combatem em quatro frentes da Segunda Guerra Mundial.

Deathloop

Em Deathloop, os jogadores controlam Colt, um assassino que descobre estar preso não apenas em uma ilha, mas também em um loop temporal. Para escapar da situação, ele precisa encontrar e matar oito alvos diferentes, assim, tomando muito cuidado para não demorar demais ou ser morto; afinal, se o tempo esgotar ou Colt morrer, o loop entra em ação e joga o rapaz de volta para o começo da sequência de repetição.

Para piorar, tudo fica ainda mais complexo e difícil por causa de Julianna, outra assassina que está na cola do protagonista. Seja controlada pela inteligência artificial, seja por um segundo jogador, a moça é uma verdadeira ameaça à liberdade de Colt.

Far Cry 6

Em Far Cry 6, jogadores assumem o papel de Dani Rojas e lutam para livrar o território de Yara das mãos do tirano Antón Castillo. Como todo bom jogo da série, o sexto Far Cry oferece uma experiência de jogo cheio de exploração, combate, ação e muitos itens para encontrar e coletar.

Por lutar ao lado dos guerrilheiros contra um regime fascista, é preciso se virar no campo de batalha, buscando recursos e equipamentos em bases inimigas.

Halo Infinite

Esqueça o fiasco apresentado na E3 2020. Halo Infinite veio mostrando que adiar jogos é sempre uma opção interessante e, muitas vezes, resulta em um produto muita qualidade, sendo mais alta e muito mais refinada. A menos que o jogo adiado seja Cyberpunk 2077, é claro.

Brincadeiras à parte, o novo Halo busca renovar a série apresentando aos gamers uma jogabilidade familiar, mas atualizada e adaptada para um considerável grande mundo aberto repleto de missões e perigos a serem enfrentados.

Além da campanha para um jogador bastante caprichada, sendo muito bem recebida por público e crítica, Halo Infinite também tem um modo multiplayer que pode ser baixado à parte e jogado gratuitamente.

Hell Let Loose

Também retratando o caos da Segunda Guerra Mundial, Hell Let Loose junta até 100 jogadores em batalhas de 50 vs. 50, nas quais um time representa os Estados Unidos e o outro, a Alemanha.

Disponível para PC, PlayStation 5 e Xbox Series X|S, o título permite aos jogadores escolher entre diferentes estilos de jogo, com várias classes, equipamentos e veículos que podem ser usados durante as partidas.

Resident Evil Village

Na oitava edição numerada da série principal, Resident Evil Village acompanha mais uma vez o personagem Ethan Winters em uma nova história inédita que dá prosseguimento aos acontecimentos vistos no título anterior.

Como" em time que está ganhando não se mexe", a Capcom manteve a câmera em primeira pessoa nesse shooter de terror de sobrevivência. RE Village leva Ethan a um vilarejo no leste Europeu, onde o rapaz acaba se deparando com todo tipo de perigo, como monstros semelhantes a lobisomens, criaturas feitas de mofo e uma família composta de uma mulher gigante e suas filhas feitas de moscas.

O game ainda marca o retorno de Chris Redfield, desta vez muito mais parecido com o visto em outros títulos da série, abandonando o visual rebootado apresentado em Resident Evil VII.

Returnal

Nesse exclusivo do PlayStation 5, jogadores acompanham Selene, que vai parar em um planeta misterioso e precisa enfrentar todos os tipos de desafio, com aliens extremamente hostis.

Em Returnal, é preciso tomar muito cuidado com cada ação realizada, já que a aventura de Selene é reiniciada sempre que ela morre. Por ser um roguelike com mapas criados de maneira procedural, morrer significa ter de recomeçar e explorar ambientes totalmente diferentes, adicionando uma camada extra de dificuldade à cada partida.

World War Z: Aftermath

Inspirado no filme da Paramount Pictures, World War Z: Aftermath é um shooter cooperativo no qual jogadores encaram hordas de zumbis famintos. Essa nova versão é uma expansão do game original, lançado em 2019 para PC, PS4 e Xbox One.

Com suporte a crossplay entre consoles e PC, Aftermath introduz um novo sistema de combate corpo a corpo e um modo em primeira pessoa inédito e exclusivo dessa expansão. O jogo roda na Swarm Engine, um motor proprietário capaz de gerar gigantescas quantidades de zumbis simultaneamente na tela.

WWZ: Aftermath introduz a inédita classe Vanguard, com todo o conteúdo de World War Z: Game of the Year Edition e ainda tem um upgrade gratuito para Playstation 5 e Xbox Series X|S, permitindo ao jogo rodar em 4k e 60 FPS nos consoles da nova geração.

Agora é a sua vez de opinar! O que você achou da nossa seleção de shooters? Quais são os seus jogos de tiro favoritos lançados em 2021? Teve algum jogo de tiro do qual você não conseguiu desgrudar este ano? Conte para a gente nos comentários!