S.T.A.L.K.E.R. 2 trará as polêmicas NFTs para o seu metaverso

1 min de leitura
Imagem de: S.T.A.L.K.E.R. 2 trará as polêmicas NFTs para o seu metaverso
Imagem: Xbox

S.T.A.L.K.E.R. 2: Heart of Chernobyl só será lançado em 28 de abril de 2022, mas já conseguiu entrar em uma grande polêmica com o anúncio de que o jogo fará uso das polêmicas NFTs, um dos assuntos mais controversos da atualidade nas redes sociais.

A ideia dos desenvolvedores da GSC Game World é usar as NFTs para que você possa se tornar um meta-humano dentro do jogo, mais especificamente uma parte do "S.T.A.L.K.E.R. Metaverse", comprando um pedacinho do produto através da tecnologia de blockchain feita em parceria com a plataforma de NFT DMarket.



Quem quiser gastar dinheiro nisso passará a ser dono de um personagem não jogável renderizado de forma única em grandes detalhes. Eles serão vendidos em leilão a partir de janeiro de 2022, e todos os donos poderão revender esses meta-humanos até uma data limite ainda não especificada.

E não para por aí, já que o estúdio quer levar ainda mais NFT para o título no futuro, embora eles ainda não tenham revelado exatamente como isso acontecerá. Enquanto os entusiastas da tecnologia apontam que trata-se de uma revolução artística e uma forma de todos ganharem dinheiro, os seus críticos lembram que isso tudo é apenas um esquema de pirâmide e que a tecnologia causa sérios danos ao meio ambiente em sua forma atual.

Mas e você, o que acha dessa polêmica toda? Ainda está ansioso pelo lançamento de S.T.A.L.K.E.R. 2: Heart of Chernobyl ou acha que ele ficou tóxico demais com isso? Comente a seguir!