Nerf de personagem do WoW levou à criação do Ethereum e de NFTs

1 min de leitura
Imagem de: Nerf de personagem do WoW levou à criação do Ethereum e de NFTs
Imagem: John Phillips - Wikimedia Commons/Reprodução
Avatar do autor

O criador da criptomoeda Ethereum, Vitalik Buteri, declarou que um nerf a um personagem de World of Warcraft em 2010 teria contribuído para levá-lo ao mercado de moedas digitais. Se isso não é efeito borboleta suficiente para você, vale lembrar que esse blockchain foi o primeiro usado para a criação de tokens não-fungíveis, os NFTs.

A história foi contada na seção "Sobre mim" de Buteri no site about.me. Lá, ele explica que foi um ávido jogador de WoW entre 2007 e 2010, mas que isso mudou com a redução do poder do Sifão de Vida da classe de Bruxo.

Tudo começa com o fim do dano do Sifão de Vida do Bruxo

"Eu jogava World of Warcraft feliz da vida entre 2007 e 2010, mas um dia a Blizzard removeu o componente de dano do meu amado feitiço de Sifão de Vida do Bruxo", conta o criador do Ethereum. "Eu chorei até dormir, e naquele dia eu percebi os horrores que serviços centralizados podem trazer. Logo decidir abandonar [o jogo]".

De acordo com o próprio Vitalik Buteri, ele passou o ano seguinte procurando por um novo propósito para a sua vida. Foi aí que descobriu a Bitcoin e começou a ter um maior interesse em criptomoedas.

(Fonte: Blizzard/Divulgação)(Fonte: Blizzard/Divulgação)Fonte:  Blizzard/Divulgação 

Criação do Ethereum permitiu surgimento dos NFTs

Buteri só iria criar o Ethereum no final de 2013. A plataforma chegou com a vantagem de poder incorporar ativos do mundo real, como ações e propriedades físicas. Além disso, esse novo blockchain permitia a criação de aplicações descentralizadas, servindo para serviços de vão além das transações financeiras.

Desde 2018, o Ethereum é a segunda criptomoeda mais valorizada do mundo, atrás apenas da Bitcoin em capitalização de mercado.

Foi essa tecnologia que permitiu o surgimento dos NFTs, que tornaram certos itens digitais em ativos de preços altíssimos. Isso inclui desenhos artísticos, melhores momentos de jogos de futebol e até mesmo tuítes.

(Fonte: Executium - Unsplash/Reprodução)(Fonte: Executium - Unsplash/Reprodução)Fonte:  Executium - Unsplash/Reprodução 

Buteri já havia mencionado relação entre WoW e Ethereum antes

A ligação da criptomoeda com World of Warcraft  já tinha sido mencionada antes num perfil sobre Vitalik Buteri publicado na revista Wired. Naquela ocasião, ele explicou sobre a visão de mundo dualística que tinha na época.

"Eu tinha uma mentalidade de desenho animado", contou o criador do Ethereum. "Eu enxergava tudo que tinha a ver com regulação governamental ou controle corporativo como algo do mau", conclui.

Fontes