Diablo 2 Ressurected: platina e 1000G do game beira o impossível

2 min de leitura
Imagem de: Diablo 2 Ressurected: platina e 1000G do game beira o impossível
Imagem: Blizzard
Avatar do autor

Lançado oficialmente no dia 23 de setembro de 2021 para PC, Xbox One, Xbox Series X/S, Switch, PlayStation 4 e PlayStation 5, Diablo 2: Ressurected já começa a receber suas primeiras avaliações do público. Embora ainda seja cedo para dizer que estamos diante de um game que será aclamado – mesmo que a recepção do público tenha sido positiva no período de testes –, o título certamente não iria escapar de algumas polêmicas.

Uma das discussões gira em torno das conquistas propostas por Diablo 2: Ressurected e o nível de dificuldade (ou sorte) para algumas delas. Esse é um “problema” em especial para os jogadores que são fascinados em completar todos os desafios de um game, os chamados “complecionistas” – palavra que em português não soa tão bem.

As conquistas/troféus mais difíceis

Chegar no nível 99 no modo Hardcore é um dos desafios mais difíceis propostos pelo game. (Fonte: Blizzard/Reprodução)Chegar no nível 99 no modo Hardcore é um dos desafios mais difíceis propostos pelo game. (Fonte: Blizzard/Reprodução)Fonte:  Blizzard 

De acordo com esta postagem no fórum Resetera e outros sites de discussão, existem algumas conquistas de Diablo 2: Ressurected que podem dar um trabalho extra. Uma delas é a necessidade de chegar ao nível 99 com um personagem Hardcore, modo de game em que se o jogador morrer automaticamente perde o seu progresso para aquele personagem para sempre.

Quem está familiarizado com esse action RPG sabe que esse é um desafio realmente grande. Atingir o nível 99 já é uma tarefa árdua e que exige dezenas de horas de jogo. No modo Hardcore isso se torna exponencialmente mais difícil, já que as áreas que conferem mais experiência (e aproximam o jogador mais rápido da meta) também são as mais difíceis do game – e mais fáceis de morrer.

Em uma das discussões, um usuário levantou que para conseguir os leveis 98 e 99 no Hardcore é necessário, para cada um deles, cerca de 4 a 4,5 mil lutas contra Baal, um dos chefes do game, com uma equipe completa de jogadores. E já sabe: se vacilar e morrer em alguma delas, já era.

Outras conquistas também geram polêmicas, especialmente aquelas envolvendo a sorte. (Fonte: Blizzard/Reprodução)Outras conquistas também geram polêmicas, especialmente aquelas envolvendo a sorte. (Fonte: Blizzard/Reprodução)Fonte:  Blizzard 

Mas há outras conquistas que também estão gerando polêmica, como aquelas que estão totalmente ligadas à sorte do jogador. Comprar um item único no mercador através de gambling (uma espécie de aposta para um item específico) pode até não parecer tão impossível, mas certamente pode dar bastante trabalho, já que alguns equipamentos são caros. Contudo, o icônico Stone of Jordan durante uma jogatina é ainda mais difícil e essa é uma das conquistas propostas por Diablo 2: Ressurected.

Como dissemos no primeiro parágrafo, era de se esperar que game recém-lançado se envolvesse em algumas polêmicas. Mas qual é a sua opinião sobre essa em específico? Será que os desenvolvedores deveriam ter pego “mais leve” na hora de formular os desafios? Ou eles realmente precisam ser difíceis para recompensar os jogadores mais empenhados?

Imagem: Jogo Diablo II: Resurected, Xbox
Imagem: Tecmundo Recomenda

Jogo Diablo II: Resurected, Xbox

O Mal sobreviveu. Reviva com o Jogo Diablo II a aventura épica que definiu o gênero de RPG de ação durante décadas.