Dragon Age quase não teve dragões: nome foi gerado aleatoriamente

1 min de leitura
Imagem de: Dragon Age quase não teve dragões: nome foi gerado aleatoriamente
Imagem: EA
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.

A série de RPGs Dragon Age é aclamada pelos seus fãs pela construção de seus mundos e personagens, além da profundidade dos relacionamentos que geralmente encontramos nos games da BioWare. Mas um outro elemento bem importante para os games quase ficou de fora deles: os dragões. Quem revelou essa história foi Ian Stubbington, ex desenvolvedor da BioWare que trabalhou como artista líder no desenvolvimento de ambientes para Dragon Age: Origins.

Stubbington contou para o site The Gamer que o nome Dragon Age surgiu de um gerador aleatório antes da equipe decidir como chamaria seu novo game. Alguns programadores criaram um randomizador com palavras-chave de fantasias da idade média, e o nome Dragon Age surgiu e foi o que o time mais gostou. O único problema? O jogo não tinha dragões.

"Eles criaram alguma coisa e adicionaram várias palavras de fantasia numa lista. O negócio foi acionado e produziu alguns nomes, e o que recebeu mais votos pelo time naquele momento foi, claro, 'Dragon Age'. David Gaider (principal roteirista) respondeu algo como 'hmmm, então é melhor adicionarmos alguns dragões à história então...'" - Declarou Stubbington, passando a palavra para Gaider, que completou:

"Sim, originalmente Dragon Age era um mundo de fantasia que meio que... Tinha passado de sua época de 'alta fantasia'. A magia estava em declínio e os dragões tinham sido caçados até sua extinção. A grande história em Dragon Age: Origins não era apenas de que os darkspawn estavam retornando, mas de que isso era um retorno inesperado de um passado fantástico que aquela ambientação acreditava ter deixado pra trás."

Gaider diz que chegou a reclamar com o líder do projeto na época, James Ohlen, porque o nome não faria sentido. Mas Ohlen decidiu que era melhor, então, adicionar dragões à história e ao gameplay do jogo. Gaider diz que demorou para se acostumar com a ideia de fazer tantas mudanças apenas para acomodar o título, algo como "a cauda abanando o cachorro". Mas no fim ele gostou das mudanças - "Os dragões também eram divertidos demais de enfrentar".