Take-Two não quer Xbox Game Pass para grandes lançamentos

1 min de leitura
Imagem de: Take-Two não quer Xbox Game Pass para grandes lançamentos
Imagem: Xbox

A Take-Two segue firme em seu posicionamento de que serviços de assinatura de games como o Xbox Game Pass não são interessantes para grandes lançamentos. O CEO da produtora, Strauss Zelnick, falou recentemente sobre o assunto com seus investidores, mencionando até que não estaria claro ainda se o formato serve para a maioria dos consumidores.

"Nós acreditamos que um modelo desse pode fazer sentido para títulos antigos de catálogo, mas não faz sentido realmente para títulos da linha de frente. Para qualquer modelo de negócios fazer sentido na área do entretenimento, ele tem que funcionar para os criadores do entretenimento, bem como para os consumidores do entretenimento. Eu acredito que o catálogo pode fazer sentido para os produtores, pode fazer sentido para consumidores que estão ávidos, que realmente querem acesso a muitos produtos. Mas se você chega nos produtos principais, aí fica bem mais difícil fazer sentido economicamente", declarou Zelnick.

O executivo deixa evidente em sua primeira fala que a principal desvantagem de levar lançamentos para serviços como o Xbox Game Pass seria a produtora fazer menos dinheiro. Mas em outro momento de sua declaração, ele tenta levantar a possibilidade de que o acesso a uma biblioteca com centenas de jogo pelo preço de uma mensalidade talvez não seja bom pros consumidores também.

"No caso de entretenimento interativo, as pessoas consomem algo como 45 horas por mês, e isso pode ser um, dois, três, quatro títulos. Mas com certeza não são 100 títulos (como no streaming de vídeo). Então, do ponto de vista do consumidor, não está claro que um modelo de assinatura realmente faça sentido, para a maioria dos consumidores."