Relembre 8 jogos com finais de explodir a cabeça

3 min de leitura
Imagem de: Relembre 8 jogos com finais de explodir a cabeça
Imagem: 2K Games

Não há nada mais gratificante no mundo dos games do que chegar ao final da aventura e curtir o tão merecido final. Entretanto, em alguns casos parece que o time de produção tenta complicar um pouco mais a nossa vida ao nos brindar com um encerramento que não faz nada mais que deixar confuso ou perceber que tudo que fizemos foi em vão ou não tinha o propósito que acreditávamos.

Vamos relembrar alguns destes finais nas linhas a seguir e, é claro, sempre bom lembrar que estamos falando de finais de games, então sim: TEREMOS SPOILERS. Caso ainda não tenha jogado nenhum deles, basta evitar o que estiver escrito após cada um dos vídeos ou imagem.

Braid

Vamos começar com um game independente que nos levou a imaginar que tudo que estávamos fazendo tinha como intuito salvar a princesa. Entretanto, chegando ao final e verificando a sequência verdadeira do game, temos a oportunidade de perceber que, no fundo, estávamos o tempo todo no controle do vilão e a donzela estava fugindo do protagonista.

Spec Ops: The Line

Este é o tipo de game que já durante o seu desenvolvimento nos faz pensar em todas as ações que o protagonista Walker comete em nome da guerra. Porém, é só quando estamos perto dos créditos finais que temos a certeza de que, na verdade, tudo não passou de um devaneio na cabeça dele, o que nos leva a refletir sobre quais são as linhas que definem, de fato, o que é bom e o que é mau em um confronto do gênero.

The Last of Us

A Naughty Dog construiu um game no qual conduzimos Joel e Ellie com a certeza de que o que ele está fazendo é pelo melhor da garota. Tudo muda quando descobrimos que, na verdade, o homem ficou atormentado pelas memórias de seu passado e acabou sequestrando aquela que passaria a enxergar como sua protetora ao longo da aventura e, por sinal, ela estava inconsciente quando isso aconteceu. 

Ao longo do progresso ele criou várias mentiras para a menina, e acaba fazendo todas essas ações para tentar se perdoar pela morte de sua real filha ao custo de fazer com que a humanidade perca sua chance de cura.

Bioshock Infinite

Nossa jornada em Bioshock Infinite termina com a descoberta de que Elizabeth é a filha de Booker, bem como a existência de todas as suas múltiplas personalidades (que também são fruto das outras versões do protagonista). Logo, para que a garota tenha uma chance de sobreviver o personagem principal precisa matar a si e suas variações que surgiram no momento em que ele é batizado. Por conta disso, o final mostra o ponto em que ele se sacrifica ficando embaixo d’água até morrer, permitindo que apenas a Elizabeth verdadeira permaneça viva.

Heavy Rain

Heavy Rain conseguiu chocar diversas pessoas que estavam atrás do Origami Killer ao fazer com que todos descobrissem que, no fim das contas, o culpado estava por perto o tempo todo  e perto demais, para ser mais específico.

L.A. Noire

Adicionamos aqui em nossa lista mais um título que envolve investigações e um final que fez muitos ficarem de queixo caído. Se durante a jornada temos a certeza de que o protagonista está indo bem e crescendo na polícia, chegar ao final e ver que ele estava envolvido com corrupção e traindo a mulher nos faz pensar que ele provavelmente mereceu o destino mostrado nos momentos finais.

Resident Evil

(Fonte: Giant Bomb/Reprodução)(Fonte: Giant Bomb/Reprodução)Fonte:  Giant Bomb 

Tudo bem que hoje muitos já sabem como a história de Resident Evil está se desenrolando, mas convenhamos: muitos anos atrás, a comunidade certamente se chocou quando viu que Wesker, um dos queridinhos da S.T.A.R.S., estava trabalhando secretamente com a Umbrella — e, desse ponto em diante, criando um daqueles que seria um dos mais memoráveis vilões do mundo dos games.

Metroid

Em uma geração na qual estávamos sempre acostumados a ver homens lidando com diversos problemas, encontramos a boa sacada da Nintendo de mostrar, ao final de Metroid, que estávamos o tempo todo guiando uma heroína ao longo da jornada, e não um brucutu musculoso em busca de dinheiro, vingança ou apenas fama intergaláctica.

E você, lembra de mais algum jogo que o deixou chocado com o final? Compartilhe com os demais leitores do Voxel no espaço destinado aos comentários.

Fontes