EA sofre ataque hacker e tem dados de FIFA 21 e Frostbite roubados

1 min de leitura
Imagem de: EA sofre ataque hacker e tem dados de FIFA 21 e Frostbite roubados
Imagem: EA/Reprodução
Avatar do autor

A Electronic Arts (EA) sofreu um ataque hacker e teve o código fonte de FIFA 21 e da engine Frostbite roubados. De acordo com os cibercriminosos, o montante de dados expostos chega a 780 GB.

A revelação foi feita nesta quinta-feira (10) pela Vice. Segundo a publicação, a EA confirmou que sofreu uma “violação de dados” e que tudo que foi listado pelos hackers realmente foi roubado.

"Estamos investigando um recente incidente de intrusão em nossa rede, onde uma quantidade limitada de código-fonte do jogo e ferramentas relacionadas foram roubados", afirmou um porta-voz da EA em comunicado.

Electronic Arts

"Nenhum dado dos jogadores foi acessado e não temos motivos para acreditar que haja qualquer risco para a privacidade deles. Após o incidente, já fizemos melhorias na segurança e não esperamos nenhum impacto em nossos jogos ou negócios. Estamos trabalhando ativamente com os encarregados da aplicação da lei e outros especialistas como parte desta investigação criminal em andamento”, completou a empresa.

Ataque hacker

A situação veio à público em fóruns clandestinos de computação, onde os criminosos contaram ter “plena capacidade de explorar os serviços da EA”.

Nos sites, essas pessoas detalharam que tiveram acesso a todo o código-fonte de FIFA 21 e do servidor do Matchmaking. No caso da Frostbite também foram roubadas ferramentas do motor gráfico.

Além disso, estruturas proprietárias de dados e kits de desenvolvimento também parecem ter sido vazados.

FIFA 21

Apesar de não tornarem públicas as informações, para provar o “feito” os cibercriminosos publicaram capturas de tela dos dados. Eles também confessaram que estão tentando vender o material.

Fontes