Humankind pode ser um concorrente de peso para a série Civilization

3 min de leitura
Imagem de: Humankind pode ser um concorrente de peso para a série Civilization
Avatar do autor

Os apaixonados por games do gênero 4X vivem a expectativa de um dos grandes lançamentos do ano. Desenvolvido pelo Amplitude Studios e publicado pela Sega, Humanking tem tudo para fazer a frente de um dos mais queridos jogos desse estilo, a série Civilization.

Eu acompanho o desenvolvimento do jogo desde o início do ano passado. Tive a oportunidade de jogar o OpenDev Lucy no fim de 2020 e, agora, a prévia disponibilizada pela empresa.

O estúdio cresceu de patamar depois que lançou a série Endless, principalmente com Endless Legend, que chegou ao mercado em 2014. Para se ter ideia, o jogo fez tanto sucesso que foi lançado para o Nintendo Switch recentemente.

A grande questão que paira sobre a nossa mente é saber se a empresa terá condições de se dissociar do construído ao longo dos anos e mostrar que Humankind pode ser "a grande cereja do seu bolo".

Novidades

Diferentemente do OpenDev Lucy, a versão que testamos possibilitou ingressar na aventura em duas eras: a Neolítica e o início da Moderna. Tudo isso ocorreu para que pudéssemos entender muito da diferença do apresentado em cada uma delas.

Apesar de não estar disponível, o estúdio informou uma novidade muito interessante para o game: será possível customizar o seu personagem com roupas típicas e acessórios, mas não pense que será apenas souvenir.

A customização também atinge a inteligência artificial, podendo deixar os adversários com características distintas. Eles podem ser mais pacíficos ou menos tolerantes, entre outras opções. Além disso, será possível incluir bônus especiais para cada um deles. Isso pode ser essencial para aumentar o fator replay do jogo.

Vale lembrar que Humankind já recebeu um adiamento, devido ao feedback dos jogadores que participaram das sessões fechadas. Tudo porque algumas mecânicas estavam muito lentas e de difícil entendimento, deixando o jogo muito, mas muito arrastado. Por isso, foi importante conferir essa prévia, para ter certeza de que as modificações foram significativas.

A grande alteração foi a implementação do crescimento da população. Agora ela acontece de forma mais simples, utilizando como base a quantidade de alimento extra que a cidade gera por turno.

Desbalanceado

Outra questão, que ainda não foi solucionada, se refere a passagem rápida de eras. Creio que ainda precise passar por um novo balanceamento para tornar a aventura mais "real". O fato é que conseguimos recursos científicos e de desenvolvimento muito rápido, acelerando tudo o que encontramos.

Humankind segue sendo pouco convidativo para os jogadores, trazendo dificuldades de entendimento até mesmo para os mais experientes com o gênero. Isso foi muito criticado e ainda segue sendo um problema.

Como os tutoriais demandam bastante tempo de leitura, eles acabam se perdendo na formatação dos menus, dificultando muito a interatividade entre o game e o jogador. Isso tem que ser repensado urgentemente, caso a empresa tenha interesse em atingir uma nova gama de clientes.

Apesar disso, eu adoro os menus do jogo. Eles são leves, apresentam uma formatação simples, tirando o foco do que realmente deve caminhar em paralelo com a interatividade do mapa.

Já cansei de jogar games de estratégia 4X onde era necessário caçar espaços na tela para poder se situar, saber exatamente onde estava e qual ação tomar de forma certeira. Humankind torna nossa vida mais fácil nesse quesito.

Vale destacarmos a parte gráfica, de muito bom gosto e colorida na medida certa. Ela é leve e tem características únicas, como é possível ver nas imagens. Infelizmente, como na versão OpenDev Lucy, ainda é possível reparar problemas na otimização do jogo.

Nessa nova versão, o jogo melhorou, mas ainda apresenta problemas nesse sentido, principalmente ao se jogar em 4k e 60 fps. Espero que isso seja resolvido até a versão final. Minha preocupação é de que nada seja feito, pois o time está focado nas mecânicas de jogo.

Mesmo com todos esses pontos mostrados no texto, Humankind segue com grande expectativa entre os apaixonados por jogos 4X. A empresa já é experiente no gênero e aproveita para escutar muito a comunidade, o que pode ser um grande ponto à favor.

A previsão é de que Humankind seja lançado no dia 17 de agosto, para Google Stadia, PC e Mac.

Humankind pode ser um concorrente de peso para a série Civilization