Os 9 easter eggs mais escondidos dos videogames

4 min de leitura
Imagem de: Os 9 easter eggs mais escondidos dos videogames
Imagem: Nintendo

Muitos jogos escondem segredos dentro de seus cartuchos e discos, mas alguns deles são tão crípticos que demoram vários anos para serem descobertos! Easter Eggs (ou ovos de páscoa, um apelido dado para honrar a divertida tradição de esconder ovos pela casa no feriado) é justamente o nome dado àqueles segredos especiais bem ocultos.

Nesta lista nós separamos nove Easter Eggs que chamam atenção pelo tempo que demoraram para se tornarem públicos ou por suas histórias divertidas. A grande pegadinha aqui é que, naturalmente, os Easter Eggs mais escondidos de todos os tempos sequer foram descobertos ainda, então releve isso enquanto lê o nosso especial completo a seguir, combinado?

O primeiro easter egg de todos

Nada mais natural do que começar a nossa lista citando o primeiro Easter Egg de que se tem notícia. No jogo Adventure, lançado originalmente para Atari 2600, é preciso fazer uma série de ações específicas na sequência exata para destravar um pixel no cantinho da tela, e então empurrá-lo até outro ponto distante para mostrar o texto: "Criado por...Warren Robinett...". Ver o nome do criador do jogo não é algo super empolgante por si só, mas foi aqui que a longa tradição dos Easter Eggs começou, até onde se sabe.

A moeda secreta de Donkey Kong 64

Quando essa aventura 3D do gorilão chegou ao Nintendo 64, os jogos focados em caçar colecionáveis estavam em alta e a Rare vivia a sua melhor fase. O que ninguém esperava era que um item levaria mais de 15 anos para ser encontrado! Apenas usando o movimento de acertar o chão com o DK em um ponto específico era possível pegar a lendária moeda oculta do arco-íris!

A música de Totaka

Nossos leitores mais nintendistas devem conhecer bem o compositor Kazumi Totaka, responsável pela trilha de dezenas de jogos e por um clássico Easter Egg que leva o seu nome. Ele escreveu uma curta melodia que está sempre escondida nos jogos em que ele trabalha, como Mario Paint, Luigi's Mansion e The Legend of Zelda: Link's Awakening. O mais legal é que ele mesmo já confessou que há vários jogos em que a música ainda não foi descoberta, como no sucesso de vendas Wii Sports!

A sala especial de Chris Houlihan

Imagine só como você se sentiria caso vencesse um concurso que prometia incluir o seu nome dentro de um jogo, mas demorassem quase uma década para descobrir onde e como exatamente seria possível encontrá-lo? Foi o que aconteceu com Chris Houlihan, o ganhador de um concurso da revista de videogames norte-americana Nintendo Power! Dá muito trabalho encontrar a sua salinha secreta em The Legend of Zelda: A Link to the Past, e o mais curioso é que ninguém na internet conseguiu encontrar o Chris para saber o que ele achou da sua sala.

Um narrador entediado e rude

A série Wave Race anda meio esquecida pela Nintendo, que talvez esteja decepcionada com seus fãs por demorar quase 10 anos para descobrir uma narração oculta no jogo Blue Storm de GameCube. Para habilitar um comentarista grosseiro e sarcástico é preciso usar um código e mexer no menu de opções na ordem certa, e então partir para as corridas, onde será possível ouvir uma voz tediosa zombando dos seus feitos.

Um código perdido por décadas

Gumball foi um pequeno jogo lançado para Apple II e quase que totalmente esquecido no tempo, mas os jogadores 4a.m. e gkumba estavam estudando o seu código e notaram que cada fase dele escondia uma cifra. Ao zerar o jogo e resolver todos os códigos, era possível ver uma tela especial com o próprio programador Robert A. Cooke parabenizando o jogador.

4a.m. foi ao Twitter avisar para Cooke que tinha desvendado o segredo, recebendo como resposta "Parabéns! Eu imaginei que ia levar uns mil anos para alguém resolver isso, mas você solucionou em apenas 33 anos!"

Santo Easter Egg, Batman!

Muita gente acha que esse Easter Egg foi revelado pela própria desenvolvedora Rocksteady, já que ninguém tinha o encontrado mesmo três anos depois do lançamento de Batman Arkham City. Se você conversar com o Homem-Calendário quando a data do seu console estiver configurada para 13/12/2004 (não por acaso o exato dia de fundação do estúdio), ele terá um novo diálogo citando a morte do Morcegão e preparando terreno para a trama do jogo seguinte.

Trapaças mortais

Os fliperamas dos três primeiros jogos da série Mortal Kombat foram muito populares em seu lançamento, mas foi só em 2016 que os jogadores descobriram uma combinação de botões que podia ser feita nos gabinetes originais para liberar o menu secreto de EJB! No menu temático de Ed Boon é possível ver os créditos finais do jogo, os zerados de cada personagem, jogar um minigame parecido com Galaga e destravar todos os lutadores secretos com apenas um clique!

Um segredo para as próximas gerações

O jogo de corrida Trials Evolution esconde um dos Easter Eggs mais complicados de todos os tempos, e ainda vai demorar para sabermos exatamente o que está escondido lá. Várias placas de madeira do jogo escondem um código cifrado apontando para uma mensagem sonora que precisa ser escutada em um espectrômetro para revelar mais segredos. Lá, um código morse nos redireciona para um site com ainda mais códigos e uma caçada ao tesouro em realidade aumentada no mundo real.

Entre as quatro locações citadas pelo jogo, a mais interessante fica em Helsinki, onde uma chave promete abrir um tesouro que aparecerá embaixo da torre Eiffel apenas no distante ano de 2113. Será que isso é uma pegadinha e trollagem épica ou o Easter Egg mais escondido de todos os tempos? O jeito é esperar para ver. Ao menos a música secreta do game já é bem legal por si só:

Você conhecia todos esses Easter Eggs? Já descobriu algum segredo por conta própria? Qual é o seu favorito? Comente a seguir!

Os 9 easter eggs mais escondidos dos videogames