Bandai Namco se pronuncia sobre crimes contra asiáticos nos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Bandai Namco se pronuncia sobre crimes contra asiáticos nos EUA
Imagem: Bandai Namco
Avatar do autor

A desenvolvedora e distribuidora Bandai Namco publicou um manifestou em solidariedade aos crescentes crimes de ódio cometidos nos Estados Unidos contra norte-americanos descendentes ou imigrantes de origem asiática.

O comunicado foi postado nas redes sociais da empresa na última terça-feira (16) após tiroteios que resultaram na morte de oito pessoas em três casas de massagens na cidade de Atlanta, no estado da Geórgia.

A maior parte das vítimas eram mulheres de origem asiática — e crimes de ódio, preconceito e violência em geral contra essa comunidade têm crescido nos Estados Unidos nos últimos meses, especialmente após o início da pandemia da covid-19.

"Como uma companhia baseada no Japão, a recente alta no ódio contra asiáticos atingiu de forma intensa nossos funcionários. Nós sempre apreciamos o apoio dos fãs e agora pedimos o apoio do #StopAsianHate e na luta contra o aumento de crimes de ódio cometidos contra pessoas de ascendência asiática", diz o tweet.

Já o comunicado cita que a Bandai Namco "permanece comprometida aos ideais de inclusão, diversidade e igualdade; ao mesmo tempo em que condena todos os atos de violência, bullying, disciminação e xenofobia".

A companhia se posiciona ao lado do "nosso time culturalmente diverso e incluso de funcionários, jogadores e fãs de todas as culturas e contextos, nossas famílias e, especialmente, nossos mais velhos, para que se posicionem e conscientizem a respeito do terrível aumento de agressões".

Bandai Namco se pronuncia sobre crimes contra asiáticos nos EUA