Six Days in Fallujah: game cancelado por polêmicas será relançado neste ano

2 min de leitura
Imagem de: Six Days in Fallujah: game cancelado por polêmicas será relançado neste ano
Imagem: Victura/Reprodução
Avatar do autor

A Victura e a Highwire Games anunciaram nesta quinta-feira (11) que retomaram o desenvolvimento de Six Days in Fallujah, e que o game de tiro em primeira pessoa, que reconstrói batalhas de guerras reais, será lançado para PC e consoles ainda em 2021. Entre os desenvolvedores estão nomes de profissionais que trabalharam em Halo e Destiny.

Antes mesmo de ser lançado, o jogo já está cercado de polêmicas: foi cancelado em 2009 pela Konami após acusações de que se basearia em um cenário em que foram cometidos crimes de guerra. A cidade de Fallujah (Faluja, em português) foi destruída durante a Guerra do Iraque em 2004, e entidades humanitárias acusam soldados norte-americanos e britânicos de massacrar a população local.

De acordo com registros historiográficos, cerca de 1 mil moradores de Faluja morreram durante as ações militares no país do Oriente Médio. Em meados de 2009, as discussões sobre o jogo eram de que nenhuma produção artística ou cultural deveria glorificar os crimes cometidos na região. Além disso tudo, o game chegou a ser acusado de exaltar o nacionalismo norte-americano.

Novo lançamento

Em comunicado à imprensa nesta quinta-feira, a Victura e a Highwire Games explicaram como estão trabalhando no produto. De acordo com as empresas, o título será totalmente novo em comparação com o que era antes do cancelamento.

As companhias explicaram que o game está sendo desenvolvido em conjunto com fuzileiros navais e soldados que estiveram na linha de frente da batalha em Faluja. Nesse sentido, mais de 100 militares, além de civis iraquianos compartilharam, histórias pessoais, fotografias e vídeos para contribuir com o projeto.

Six Days in FallujahO game promete um realismo nunca antes visto em jogos de guerra

“Esta geração mostrou sacrifício e coragem no Iraque tão notável como qualquer outra na história. E agora eles estão oferecendo ao restante de nós uma nova maneira de entender um dos eventos mais importantes do nosso século. É hora de desafiar estereótipos desatualizados sobre o que os videogames podem ser”, argumentou Peter Tamte, CEO da Victura. Peter é ex-CEO da Atomic Games, estúdio que estava desenvolvendo o jogo em parceria com Konami.

“Às vezes, a única maneira de entender o que é verdade é experimentar a realidade por si mesmo”, disse o ex-sargento da Marinha Eddie Garcia, que foi ferido durante a Batalha de Faluja e propôs a ideia original para Six Days in Fallujah, em 2005.

Six Days in Fallujaho ex-sargento da Marinha Eddie Garcia foi recriado no jogo

Por último, as empresas responsáveis pelo título disseram que divulgarão novidades nas próximas semanas. Six Days in Fallujah será lançado ainda em 2021 para PC e consoles (que ainda não foram especificados).