Activision é processada por plágio em CoD: Modern Warfare

1 min de leitura
Imagem de: Activision é processada por plágio em CoD: Modern Warfare
Imagem: Activision

Um escritor dos Estados Unidos está processando a Activision, a Infinity Ward e a Major League Game Corp. por alegar que uma das personagens de Call of Duty: Modern Warfare, a operadora Mara, foi copiada de uma das personagens criadas para uma de suas histórias.

Clayton Haugen, responsável pela abertura da ação, alega que a combatente foi copiada de Cade Janus, personagem criada para ser a protagonista de uma pequena história chamada November Renaissance. Ele chegou inclusive a contratar a streamer Alex Zedra para tirar algumas fotos vestida como a combatente em 2017, e é possível ver um comparativo entre ambas a seguir:

(Fonte: Eurogamer/Reprodução)(Fonte: Eurogamer/Reprodução)Fonte:  Eurogamer 


Segundo o escritor, a Activision acabou utilizando essas fotos como base para a criação da operadora, e inclusive contratou Zedra para copiar seus traços físicos e até mesmo o comprimento do cabelo para a operadora do jogo de guerra.

Por fim, o autor da ação afirma que registrou os direitos sobre a personagem entre 2012 e 2013, mas que as fotografias foram registradas apenas em dezembro de 2020 (provavelmente para ingressar com o processo). Entretanto, Mara chegou em Call of Duty: Modern Warfare em 2019.

Até o momento, a Activision ainda não se manifestou para falar sobre o assunto.

Activision é processada por plágio em CoD: Modern Warfare