Laura Bailey, Abby de TLOU2, diz: 'mulheres são mal desenvolvidas em jogos'

1 min de leitura
Imagem de: Laura Bailey, Abby de TLOU2, diz: 'mulheres são mal desenvolvidas em jogos'
Imagem: Wikipedia

Laura Bailey é um dos talentos mais badalados da atualidade, especialmente após ser premiada como a melhor performance no The Game Awards 2020 por sua atuação como Abby em The Last of Us Part 2.

Agora, em conversa com o podcast Good Game Nice Try, ela falou um pouco sobre o que acha das personagens femininas nos videogames. Segundo a atriz, uma vez ela estava comentando com Troy Baker sobre "como era frustrante fazer parte de uma indústria onde as personagens femininas dificilmente eram pessoas bem desenvolvidas".

"Eu sempre tinha que viver uma esposa, uma parceira, a garota que você está resgatando ou algo assim", lamentou Laura. "E não é sobre termos mulheres fodonas, é mais sobre termos personagens irados e eles poderem ser mulheres também! Tenho visto muito mais papéis assim surgirem, com personagens tridimensionais ao invés das velhas garotas apelativas e sexy brandindo uma espada".

Para a atriz, os videogames estão caminhando a passos largos para mudar a situação e trazer mulheres mais cativantes e complexas para as narrativas. "Ver que aconteceu tanto progresso só na última década é algo fenomenal! Abby e Ellie são ótimas personagens justamente porque elas são muito humanas".

E você, concorda com a Laura sobre como as mulheres estão sendo melhor representadas nos videogames nos últimos anos? Comente a seguir!

Laura Bailey, Abby de TLOU2, diz: 'mulheres são mal desenvolvidas em jogos'