Nintendo esclarece remoção de Super Mario 3D All-Stars da eShop

1 min de leitura
Imagem de: Nintendo esclarece remoção de Super Mario 3D All-Stars da eShop
Imagem: https://www.pdvg.it/pt/2020/09/05/super-mario-3d-all-stars-e-super-mario-3d-world-sono-gia-i-titoli-piu-venduti-su-amazon/

Em entrevista concedida ao Polygon, Doug Bowser, presidente da Nintendo of America, prestou esclarecimentos sobre a remoção de Super Mario 3D All-Stars da eShop do Nintendo Switch, assim como sobre a paralisação na fabricação de novas unidades da coletânea a partir do dia 31 de março de 2021.

Segundo Bowser, Super Mario 64, Super Mario Sunshine e Super Mario Galaxy foram lançados como integrantes de uma coleção comemorativa de 35 anos do encanador bigodudo, aparentemente sendo apenas uma celebração da data. “E com alguns desses títulos, sentimos que era uma oportunidade de lançá-los por um período limitado de tempo”, disse o presidente. “Eles se saíram muito, muito bem. Super Mario 3D All-Stars vendeu mais de 2,6 milhões de unidades apenas nos EUA. E é claro que os consumidores foram capazes de participar e aproveitar isso.”

A iniciativa faz parte de uma série de itens limitados que a Nintendo vem produzindo, a fim de reviver clássicos de outras épocas. Dessa forma, a coletânea de Mario se junta a Fire Emblem: Shadow Dragon and the Blade of Light e ao portátil Game & Watch de Super Mario Bros como edições em formato de disponibilidade periódica.

“Sim, neste ponto, a decisão foi realmente tomada em torno dessa celebração e aspecto. Não posso falar sobre os planos para além do final de março”, concluiu Bowser.

Felizmente, todos os jogadores que adquirirem qualquer um desses itens poderão continuar jogando sem se preocupar com remoção, já que a restrição será apenas na loja digital e na continuidade de unidades para varejistas. Porém, o multiplayer Mario battle royale Super Mario Bros. 35 irá ser excluído definitivamente.

Fontes