Jim Ryan reforça a importância do mercado japonês para a Sony

1 min de leitura
Imagem de: Jim Ryan reforça a importância do mercado japonês para a Sony
Imagem: https://www.ft.com/content/5ffb77a9-6388-4b4a-8e17-4cc5456e333d

Em entrevista para a revista Edge, Jim Ryan, chefe do PlayStation, reforçou que o mercado japonês continua sendo "incrivelmente importante" para a Sony, e que as rumores sobre a região ser "deixada de lado" pela empresa são "imprecisos".

No início de novembro, um relatório publicado pela Bloomberg registrou que as campanhas publicitárias e outras estratégias de marketing não tiveram impacto no Japão, algo aparentemente causado pela redução do contingente de colaboradores que estavam trabalhando com o planejamento e suporte ao lançamento do PS5 no país. Porém, segundo Jim Ryan, tudo não passa de rumores mal interpretados.

“A posição da Sony é que o mercado japonês continua sendo extremamente importante para nós. Estamos muito entusiasmados com o envolvimento da comunidade japonesa de desenvolvimento de jogos como não acontecia há muitos anos”, disse Ryan. “Em nossos dois programas de lançamento – que apresentavam uma quantidade razoável de jogos, mas não um grande número de jogos – havia oito títulos desenvolvidos no Japão, muitos dos quais são objeto de colaboração e parceria entre a PlayStation e a comunidade editorial japonesa”.

Nos quatro primeiros dias de lançamento do PS5, foram vendidas cerca de 118.085 unidades no Japão, enquanto o PS4 vendeu, em relação ao mesmo período, aproximadamente 300 mil unidades, mesmo chegando no país quase três meses após o lançamento mundial. Porém, o chefe do PlayStation mencionou que isso não é indicativo de que a companhia está se afastando do oriente.

“Então eu li essas coisas”, disse Ryan. “Muitos desses comentários são imprecisos, e o Japão – como nosso segundo maior mercado e pátria da Sony – continua a ser muito importante para nós”.

Jim Ryan reforça a importância do mercado japonês para a Sony