King’s Bounty II parece genérico, mas divertido em hands-off

2 min de leitura
Imagem de: King’s Bounty II parece genérico, mas divertido em hands-off
Imagem: 1C Publishing

King’s Bounty II será lançado apenas em março de 2021 para PC, Nintendo Switch, PlayStation 4 e Xbox One, mas nós já tivemos a chance de conferir cerca de uma hora de seu gameplay em um hands-off feito através de uma apresentação via Discord a convite da representante nacional da desenvolvedora 1C Entertainment.

Pelo que pudemos ver, o novo jogo deve trazer boas doses de nostalgia para quem começou a curtir RPGs de estratégia e combate tático lá em 1990, quando o primeiro King’s Bounty foi lançado, mas talvez ele seja derivativo até demais, já que nada do que foi apresentado pareceu particularmente inovador ou empolgante, ao menos não na mesma medida e impacto que o primeiro jogo alcançou em seu lançamento.

O jogo terá muita exploração no mundo aberto, mas também grande foco em combates estratégicosO jogo terá muita exploração no mundo aberto, mas também grande foco em combates estratégicosFonte:  1C Publishing 

Com cara de geração passada

Desta vez a aventura se passa em um mundo aberto um tanto genérico, mas certamente grandioso para os padrões do gênero. Os jogadores terão bastante liberdade para explorar entre as batalhas com o seu personagem principal, que pode ser criado como homem ou mulher. Mas, ao menos no trecho que vimos, não parecia haver muita coisa para se ver e fazer nas áreas livres.

A campanha deve durar cerca de 40 horas ao todo e o visual está… apenas passável o suficiente para um jogo desse escopo, remetendo a algum projeto feito no fim da geração passada. Então não espere um show de gráficos na versão final, já que falta pouco tempo para o projeto ser finalizado, e ele não deve ficar muito mais bonito e polido até lá. Mais interessante do que a andança e exploração, que pode ocupar até 70% do tempo total de jogo, são as batalhas.

Seu herói, que pode ser homem ou mulher, pode interagir com outros personagens e abrir novas alternativas de progressoSeu herói, que pode ser homem ou mulher, pode interagir com outros personagens e abrir novas alternativas de progressoFonte:  1C Publishing 

Teremos mais de 50 unidades que partirão para a ação a partir de hexágonos. Ao que tudo indica, teremos muitas possibilidades de montar estratégias como bem entendermos, já que há uma rica tela de configurações antes das lutas na qual é possível cruzar os dados das unidades, estudar os seus atributos, e então preparar as suas táticas de antemão.

Ao menos os combates divertem

Durante os combates o seu protagonista pode oferecer suporte com feitiços e itens ao exército, e as batalhas pareceram bem divertidas, o que é um consolo, já que isso é o que mais importa em um jogo desse tipo. Contanto que você não se importe com um visual e estilo bem datados, nem com a flagrante falta de originalidade, é possível que King’s Bounty II ofereça algumas boas dezenas de horas de combates.

Mas, pelo que vimos durante a apresentação, infelizmente parece difícil se empolgar demais com o projeto. O que você achou do que foi mostrado do jogo até agora? Está ansioso para jogar? Conte para a gente nos comentários a seguir!

King’s Bounty II parece genérico, mas divertido em hands-off