Hogwarts Legacy: presidente da Warner responde polêmica com JK Rowling

1 min de leitura
Imagem de: Hogwarts Legacy: presidente da Warner responde polêmica com JK Rowling
Imagem: Playstation/Divulgação

Durante uma sessão de perguntas e respostas interna sobre o futuro game Hogwarts Legacy, o presidente da Warner Bros. David Haddad foi questionado sobre as críticas que a autora JK Rowling recebeu sobre algumas opiniões transfóbicas que ela publicou.

Os comentários da autora foram condenados por grande parte do público, incluindo as estrelas dos filmes Daniel Radcliffe e Emma Watson. Jason Schreier, da Bloomberg teve acesso a transcrição da reunião e usou o twitter para compartilhar as informações:

No texto, o presidente diz: “Não há muito que eu possa comentar, a não ser, uma vez que recebemos tantas perguntas, eu queria responder da melhor maneira que podia. Embora JK Rowling seja a criadora de Harry Potter, e estejamos trazendo isso à vida com o poder da Chave de Portal (em referência ao objeto mágico do universo), em muitos lugares ela também é uma cidadã. E isso significa que ela tem o direito de expressar sua opinião pessoal nas redes sociais. Posso não concordar com ela com sua posição em uma variedade de tópicos, mas ela tem o direito de ter suas opiniões”.

Depois, no mesmo tweet, Schreier continua: “Mais tarde na sessão de perguntas e respostas, Haddad respondeu a uma pergunta sobre diversidade/inclusão acrescentando que a WB Games está trabalhando com organizações de direitos LGBTQ e que ele passou uma hora e meia conversando com o diretor de representação transmídia da GLAAD. Não foi feita nenhuma menção de Rowling ou Harry Potter lá.”

Hogwarts Legacy será lançado em 2021 para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series S/X e PC.

Hogwarts Legacy: presidente da Warner responde polêmica com JK Rowling