Criador de A Way Out diz que o PlayStation 4 não é tão forte assim

1 min de leitura
Imagem de: Criador de A Way Out diz que o PlayStation 4 não é tão forte assim
Avatar do autor

Umas das figuras que se destacou na apresentação da Electronic Arts que precedeu a E3, o criador de A Way Out, Josef Fares, não tem medo de fazer declarações que possam soar polêmicas. Questionado pelo site Engadget sobre o poder do PlayStation 4, ele falou que o console não é tão bom assim e que, em muitos pontos, seu hardware está ultrapassado.

“Você quer uma verdade honesta? Essa máquina não é tão forte quanto você pensa”, afirmou Fares, apontando para um PS4 que rodava o jogo. “Ele é como um PC de cinco anos de idade. Se os consoles fossem tão poderosos quanto os PCs são hoje, você veria todos esses games diferentes. Muito do trabalho que os desenvolvedores fazem é tentar fazer jogos funcionarem em consoles”.

Você quer uma verdade honesta? Essa máquina não é tão forte quanto você pensa

A citação ao video game da Sony surgiu em meio a perguntas que questionam o processo de desenvolvimento do jogo, incluindo as sessões de capturas de movimento que ajudaram a tornar seus personagens mais realistas. Segundo o fundador da Hazelight Studio, essas técnicas ajudam a criar experiências melhores, mas há um limite bem claro de quanto o hardware de um console pode ser explorado.

“Eu acredito que você pode fazer um título grande, triplo A, com grande orçamento e coisas inovadoras e diferentes”, afirma Fares. “Você só tem que ter a pessoa certa, que acredita em algo”, complementa. Embora as declarações devam desagradar alguns fãs, fato é que tanto o PlayStation 4 quanto o Xbox One (em suas encarnações originais) podem ser facilmente comparados a PCs com especificações defasadas, especialmente em um momento no qual eles se aproximam dos 4 anos desde seus lançamentos oficiais.

Criador de A Way Out diz que o PlayStation 4 não é tão forte assim