É melhor esperar sentado pelo lançamento de Lords of the Fallen 2

1 min de leitura
Imagem de: É melhor esperar sentado pelo lançamento de Lords of the Fallen 2
Avatar do autor

Na semana passada, o estúdio CI Games veio a público para pedir desculpas sobre o mau desempenho de Sniper Ghost Warrior 3 e para esclarecer que vai diminuir o escopo de seus projetos — incluindo Lords of the Fallen 2. Poucos dias depois, o principal nome responsável pelo RPG de ação, Tomasz Gop, foi demitido pela empresa, dando sinal de que havia algo errado com o game.

Estive trabalhando na sequência por quase dois anos e não a vi deixar o estágio de conceito/visão

“Eu fui demitido por conta de uma redução no time, no escopo, no orçamento, na estratégia de negócios”, explicou Gop ao site Eurogamer. “Estive trabalhando na sequência por quase dois anos e não a vi deixar o estágio de conceito/visão. Eu estive trabalhando em algo 100% do tempo e não estávamos produzindo o jogo”.

Segundo ele, o foco da CI em Sniper Ghost Warrior 3 é um dos motivos pelos quais o trabalho em Lords of the Fallen 2 não estava progredindo. “Claro, não é um conhecimento incomum que SGW3 não correspondeu ao plano, especialmente no que diz respeito a suas vendas. E aqui estamos”, complementa o desenvolvedor.

Em busca de parcerias

Questionado sobre o assunto, o chefe da CI Games, Marek Tyminski, esclareceu que deixar de lado a intenção de igualar lançamentos “Triplo A” significa um maior foco em qualidade, sem que isso implique imitar o escopo de grandes produções. “Isso também se aplica à sequência de Lords of the Fallen — definitivamente temos esse jogo em nossos planos e queremos fazer um grande game. Somos muito sérios sobre a sequência de Lords of the Fallen. Não é sobre fazer algo pela metade: esse definitivamente é o caminho da qualidade”.

Apesar das declarações, Tyminski afirma que somente um time pequeno de desenvolvedores está dedicado ao projeto no momento atual. Atualmente, a CI Games está mais focada em procurar parceiros para títulos futuros — como a Deck 13, que ajudou no primeiro Lords e em The Surge — para assegurar que a produção finalmente vai ganhar o ritmo esperado.

“Eu não diria que ele vai demorar alguns anos para sair”, explica o executivo. “Estivemos trabalhando muito em Lords of the Fallen 2, realmente fizemos muito. É realmente sobre achar os melhores times que podem trabalhar juntos no game, e quando tivermos esse cenário, sabemos basicamente o que temos que fazer”.

É melhor esperar sentado pelo lançamento de Lords of the Fallen 2