Overwatch: já existe uma Igreja Nacional do Hanzo, e ela é do Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Overwatch: já existe uma Igreja Nacional do Hanzo, e ela é do Brasil

Bastante popular nos consoles e no PC, Overwatch tem uma regra que parece não mudar: caso você escolha Hanzo, alguém provavelmente vai pedir para você mudar de personagem. Como forma de homenagear essa figura que muitos amam odiar e provar as falhas do sistema brasileiro, o Adrenaline tentou (e conseguiu) registrar a Igrejas Nacionais de Hanzo oficialmente.

Mais do que uma brincadeira, a iniciativa mostra que, com o devido esforço e dedicação, é possível abusar da regra constitucional que garante imunidade tributária para “templos de qualquer culto”. Para conseguir criar a igreja, foram necessários somente um comprovante de residência, cinco companheiros de instituição, a assinatura de um advogado e o R$ 5 para registrar o nome oficial do culto.

Segundo o Adrenaline, todo o processo pode ser feito em menos de uma semana por uma pessoa interessada e há diversos modelos de estatuto na internet que facilitam o processo. A decisão de escolher Hanzo tem a ver tanto com sua história trágica quanto com suas inspirações em figuras reais e uma aparência que, de certa forma, lembra a aparência clássica atribuída a Jesus Cristo.

“A instituição tem como objetivo ‘pregar a paz e harmonia na internet e em comunidades online’, e o estatuto que rege a religião traz diversas diretrizes fora do comum”, explica o repórter Matues Mognon. Vale a pena conferir o texto completo para descobrir como foi feito o processo de registro da religião e para descobrir se você tem o que é preciso para seguir a religião que cultua o mercenário polêmico de Overwatch.