Co-diretor de Last of Us critica uso da liberdade em Red Dead Redemption 2

1 min de leitura
Imagem de: Co-diretor de Last of Us critica uso da liberdade em Red Dead Redemption 2

Red Dead Redemption 2 não passou pelo crivo da perfeição na visão de Bruce Straley, que trabalhou como co-diretor em The Last of Us e alguns jogos da saga Uncharted. O artista fez duras críticas ao fator "liberdade" que Red Dead Redemption tem – ou melhor, a falta dela.

"O jogo acabou comigo quando tentei flanquear nessa missão – como em tantas outras da história de RDR2. Ele exigia que eu fizesse o que a história requisitava e continuamente ignorava minhas escolhas. O ambiente estava aberto e eu tinha as habilidades, mas me puniram por pensar por conta própria em vez de me recompensar", relatou o desenvolvedor no Twitter em resposta a um usuário.

O que você acha? Compartilha da opinião de Straley? Acha que Red Dead Redemption 2 "poda" a liberdade do jogador em determinadas missões? Escreva aqui embaixo, na seção destinada aos comentários.

O título da Rockstar está disponível para PS4 e Xbox One.

Fontes

Co-diretor de Last of Us critica uso da liberdade em Red Dead Redemption 2