Death Stranding: game é otimista, assustador e depressivo ao mesmo tempo

1 min de leitura
Imagem de: Death Stranding: game é otimista, assustador e depressivo ao mesmo tempo

Em uma entrevista ao jornal Metro, Norman Reedus comentou um pouco mais sobre Death Stranding, game de Hideo Kojima no qual ele atua. Segundo Reedus, o conceito do game é bem futurista e traz algo bem diferente do que já vimos em outros jogos. De acordo com o ator, Death Stranding é otimista, assustador e depressivo ao mesmo tempo.

Reedus comentou que a ideia de Death Stranding é reunir todos em volta de você em vez de eliminar todos (jogos costumam ter objetivos assim para oferecer combate). Sem dúvidas, esses conceitos todos unidos parecem criar uma experiência bem diferente.

A

O ator comentou exatamente isso: o que Death Stranding está criando é algo sem precedentes, “algo que ele nunca viu antes”. Por fim, mas não menos importante, Reedus disse que tudo que vimos até o momento de Death Stranding é apenas uma das perspectivas do game e ainda há muitas outras coisas para vermos.

Death Stranding chegará exclusivamente ao PlayStation 4, mas segue sem data de lançamento.

Death Stranding: game é otimista, assustador e depressivo ao mesmo tempo