Caixas de loot não faziam parte do plano para Call of Duty: Black Ops 4

1 min de leitura
Imagem de: Caixas de loot não faziam parte do plano para Call of Duty: Black Ops 4
Avatar do autor

Após o anúncio oficial de que Call of Duty: Black Ops 4 vai ganhar um sistema de caixas de loot, uma antiga entrevista com o diretor de design David Vonderhaar veio à tona. Nela, o profissional afirmava que o game não teria mecânicas que restringiriam o acesso a novos personagens — algo que as caixas de loot efetivamente fazem.

Black Ops 4

Em sua defesa, Vonderhaar afirmou que, na época que deu a entrevista — setembro de 2018 — aquela era a única resposta possível. “No momento em que a entrevista foi conduzida, isso era precisamente o que eu sabia e exatamente como funcionava. Se eu pudesse voltar atrás no tempo e refazer aquela entrevista, eu teria que responder da mesma maneira que fiz”.

Decisões que fogem à equipe de design

Segundo o diretor de design, a inclusão de caixas de loot em Call of Duty: Black Ops 4, bem como a adição de personagens no Passe de Temporada, nem sempre são decisões feitas pelo departamento de design. “Eu posso falar sobre o que fizemos e o que planejamos fazer, mas as coisas podem mudar sobre algo que não posso prever ou eu não sei”.

 “Eu posso falar sobre o que fizemos e o que planejamos fazer, mas as coisas podem mudar sobre algo que não posso prever ou eu não sei”

Vonderhaar complementou a declaração afirmando que seu controle se torna ainda menor quando se trata de questões de negócios, o que indica que as decisões podem ter vindo de outros departamentos da publicadora Activision. “Eu respondo as perguntas da melhor maneira que posso com as informações que tenho na hora. Se o tempo passa e as coisas mudaram... você pode me acusar de não ser clarividente, mas um mentiroso é alguém que está tentando enganá-lo. Esse não é o caso”.

Caixas de loot não faziam parte do plano para Call of Duty: Black Ops 4