Destiny 2: futuro traz cross-save, fim de exclusividades e mais

1 min de leitura
Imagem de: Destiny 2: futuro traz cross-save, fim de exclusividades e mais
Avatar do autor

Pouco após revelar que Destiny 2 está chegando ao Stadia, a Bungie realizou nesta quinta-feira (6) uma transmissão que revelou mais sobre o futuro do jogo. Agora livre de suas obrigações com a Activision, a Bungie quer mudar um pouco seu universo e abraçar mais seu lado MMO, o que significa um foco mais em status e em aspectos sociais.

Com a intenção de permitir que os jogadores realmente aproveitem o título em qualquer lugar, agora os saves vão poder ser compartilhados entre as versões para PlayStation 4, Xbox One e PC. As mudanças também vão afetar a história base e todos os DLCs já lançados, que vão passar a ser free to play sob o nome Destiny 2: New Light.

Para completar, não haverá mais qualquer espécie de exclusividade temporária associada ao PlayStation 4. Isso significa que novos itens, missões e outros tipos de conteúdos vão ser lançados simultaneamente para todas as plataformas nas quais o game está disponível.

Migração para o Steam

No dia 17 de setembro, o game vai receber a expansão Shadowkeep (que será paga), que vai levar os jogadores de volta à Lua, onde vão contar com a parceria do mago espacial Eris Morn. O novo conteúdo funciona de maneira totalmente individual, o que significa que você não precisa pagar por Renegados ou qualquer outro conteúdo anterior antes de jogá-lo.

Destiny 2

Outra mudança, que deve afetar os jogadores de PC, é que Destiny 2 vai chegar ao Steam no mesmo dia em que a expansão será lançada. Segundo a Bungie, quem já possui o game na Battle.net vai poder migrar seus conteúdos e progresso através de um processo que ainda não foi muito bem explicado.

Destiny 2: futuro traz cross-save, fim de exclusividades e mais